Vice de Bolsonaro acuda o PT da tentativa de assassinato a candidato a presidente

7 de setembro de 2018 | _
O general Antonio Hamilton Mourão, que é candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, cometeu um ato de total irresponsabilidade, ao acusar, sem nenhuma evidência, o Partido dos Trabalhadores, de ser responsável pelo esfaqueamento de Jair Bolsonaro.

Todos os candidatos e os principais líderes e partidos de esquerda no país solidarizaram-se com Jair Bolsonaro depois da facada que levou e condenaram energicamente a violência. 

Bem diferente foi a reação do próprio Bolsonaro e de outros líderes de direita quando dos atentados contra Lula e sua caravana no Paraná, no fim de março. 

Ele sugeriu que os tiros teriam sido disparados por membros da caravana: "Está na cara que alguém deles deu os tiros". No dia seguinte a um dos atentados, o candidato da extrema direita, num palanque em Ponta Grosso, simulou disparar tiros contra a cabeça de um boneco que representava Lula.

Estamos vivendo 1 momento delicado. 

A Palavra de Deus afirma em Mateus 24:12 - E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.