Operação prende 12 marginais nas cidades de São José do Campestre e Tangará

28 de setembro de 2018 | _
Uma investigação das Delegacias de Polícia Civil das cidades de São José do Campestre e Tangará resultou na deflagração da Operação Silêncio, uma ação integrada, na manhã desta quarta (27). A Operação, que contou com o trabalho de 150 policiais, teve a participação da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), do Grupo de Operações Especiais (GOE) e do Grupo de Escolta Penal (GEP) da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (SEJUC). A ação policial conseguiu prender 12 suspeitos por crimes e apreender três adolescentes.

De acordo com o delegado titular da DP de Tangará, Valério Kurten, a investigação que resultou na deflagração da Operação teve início há 60 dias, com o intuito de desarticular as ações de uma facção criminosa na cidade de Tangará. A partir das investigações, a Polícia Civil conseguiu fazer os pedidos de busca, apreensão e prisão junto à Justiça.

Durante a Operação foram presos: José de Arimateia Alves, 29 anos ; Leandro Pinheiro Araújo Santana, 22 anos; Felipe Alves de Souza, 18 anos; Alisson Meireles Gomes, 19 anos;João Edmilson Freire, 39 anos; Rodrigo Firmino Borges, 27 anos; Ivanaldo Soares da Silva, 38 anos; Josenildo Gerônimo da Silva, 22 anos; Aristóteles Batista Paiva da Silva, 26 anos; Sebastião Bento de Oliveira, 39 anos; Sérgio Ramos de Lima Oliveira,20 anos e Amanda Maria da Silva, 23 anos. Além das prisões, foram apreendidas apreendidas duas armas de fogo calibre 12, 33 munições de fuzil, porções de cocaína e maconha. Os adolescentes que foram apreendidos estavam com armas e drogas.