Haddad se eleito conta com o PSDB para juntos governar

19 de setembro de 2018 | _
O PT - partido dos Trabalhadores fala em golpe ao mesmo tempo em que se candidato a presidente Fernando Haddad diz ‘esperar boa vontade’ do PSDB. Haddad disse, nesta terça (18), que conta com o partido tucano (PSDB) caso seja eleito para assumir o Palácio do Planalto.

O PT faz cena de filme (1 contra todos e todos a favor de 1), a campanha é só o jogo de quem será o líder, passou este período, todos se misturam. No fim, não há filme por falta de mocinhos, todos iguais. Isto justifica os altos indicies de abstenção indicados nas pesquisas.

Parece óbvio concluir que, para isso, a última coisa a se fazer é aliar-se com a "direita golpista". Como era de esperar, ao contrário disso, o PT mostra que vai fazer as mesmas velhas alianças que abriram caminho para o golpe institucional

“Hoje temos mais obscurantismo, mais violência, precisamos fazer o caminho de volta. Isso não significa não ter oposição, mas ter oposição que proponha soluções. Você vê a entrevista do Tasso [ao jornal Estado de São Paulo], considero uma entrevista muito corajosa. Se até o PSDB está nessa, podemos contar com alguma boa vontade no próximo governo.”

A declaração foi dada durante campanha em Santa Catarina. Também participaram a candidata a vice de Haddad, Manuela D’ávila (PC do B), e o candidato a governador Décio Lima (PT-SC).