Após morte de criança, Regina Casé e Globo sofrem processo milionário

1 de setembro de 2018 | _
de Metrópoles - A apresentadora Regina Casé está sendo processada por danos morais por um casal morador de Campinas, em São Paulo. Segundo o jornalista Léo Dias, do Fofocalizando, o caso se deu após a TV Globo exibir uma entrevista feita com uma criança de 8 anos durante o programa Esquenta, comandado por Regina.

Nas imagens, o menino, que tinha um tumor cerebral e estava internado, fala sobre sua condição. O garoto, porém, é filho do casal responsável por iniciar a ação judicial.

Conforme Dias, a criança não teve autorização dos pais para gravar a entrevista. Portanto, a imagem dele no Esquenta foi indevidamente transmitida. Para piorar a história, o menino morreu cinco dias após a visita da Globo ao hospital no qual ele estava.

Desta forma, processando tanto Regina quanto a emissora carioca, os pais pedem indenização de R$ 3,9 milhões. A apresentadora global foi convocada pela 18ª Vara Cível a depor no próximo dia 20 de setembro, no Rio de Janeiro, e apresentar defesa.