Marta não aceita convite para ser vice de Meireles e se despede da política

3 de agosto de 2018 | _
A senadora Marta Suplicy nesta sexta (3) comunica ao presidente nacional do MDB, o também senador Romero Jucá, que nem será candidata a vice-presidente da República na chapa do ex-ministro Henrique Meirelles, nem disputará a reeleição para o Senado e nem mesmo ficará no MDB.

Apesar de estar encerrando na prática a longa e bem-sucedida carreira política, ela disse ao Estado que não é essa sua pretensão: “Estou deixando a vida parlamentar e partidária, mas tenho muitos planos e estudo novas trincheiras de participação política na sociedade. Vou continuar sempre participando ativamente da política brasileira”.

Marta também lançou uma “Carta aos Paulistas”, em que agradece os 8,5 milhões de votos que teve para o Senado em 2010 e critica duramente os rumos da política brasileira. Diz que os partidos “encontram-se fragilizados, acuados e sem norte político” e demonstra frustração com o Parlamento, ao dizer que o Congresso Nacional “tornou-se refém de uma agenda atrasada dos costumes da sociedade”.