Rosalba deverá trilhar caminho contrário ao aguardado e abrir espaço para o PSB no grupo de Carlos Eduardo

11 de julho de 2018 | _
Caso se concretize o afastamento do grupo da Rosa de Mossoró, da pré-candidatura do ex-prefeito de Natal ao governo do Estado, poderá reaproximar o grupo político liderado pelos deputados Ricardo e Rafael Motta, além do vice-governador Fábio Dantas todos do PSB a Carlos.

É importante salientar que o partido PSBista, ainda mantém a pré-candidatura a governador de Fábio Dantas. Embora não esteja descartada e ideia de uma aliança com o PDT e preencher os espaços na chapa majoritária com a indicação da vice, ou ainda de uma suplência para senador.

O PSB possui em seus quadro bons e competitivos nomes para ocupar qualquer cargo na chapa. Nomes como o da ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, o nome do pré-candidato a senador, empresário José Vieira, além do próprio vice-governador Fábio Dantas.

A absorção do PSB ao grupo de Carlos Eduardo também representaria um reforço as chapas proporcionais do PDT-DEM-MDB.

A coligação do ex-prefeito de Natal ainda aguarda o desfecho sobre o imbróglio da candidatura do deputado Jacó Jácome. Pois, se este não tiver a legenda de seu partido PSD, o partido de sei pai, o deputado Antonio Jácome, pré-candidato ao senado desembarcará também na chapa proporcional com o nome da nora que será candidata a deputada no lugar de Jacó.