Cotado para vice, Josué Alencar prefere que Alckmin escolha outro nome

24 de julho de 2018 | _
O encontro do empresário Josué Alencar com o ex-governador Geraldo Alckmin causou uma frustração ao pré-candidato tucano à presidência. Anunciado como eventual candidato à vice-presidente da aliança do PSDB de partidos de direita, Alencar não mostrou entusiasmo pela ideia e prefere que outro nome seja escolhido para compor a chapa.

Segundo a coluna Painel, da Folha de São Paulo, o empresário, filho de José Alencar, que foi vice-presidente nos dois mandatos de Lula, afirmou ao tucano que somaria pouco à campanha, já que esta conta com o apoio do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), candidato ao governo de Minas Gerais. Em seguida, afirmou que preferia deixar Alckmin “à vontade” para escolher um outro nome.

Diante da atitude de Alencar, os tucanos e Valdemar Costa Neto, principal cacique do PR, insistiram para que ele aceitasse o convite. Sob pressão, o empresário se dispôs a pensar mais no assunto e consultar a família. 

Um dos fatores que pesam na decisão de Alencar é o vínculo afetivo de sua família com Lula e com o próprio PT. Outro aspecto que pode ser considerado é a distância programática entre o que defende Geraldo Alckmin, com suas ideias ultraliberais e associadas ao rentismo, e que defendia o pai de Josué, que sempre combateu as altas taxas de juros era favorável a um maior protagonismo do governo federal em favor do desenvolvimento econômico com geração de emprego e renda.