Para tentar conter alta dos combustíveis, Câmara aprova reoneração da folha

24 de maio de 2018 | _
Em meio à crise dos combustíveis, a Câmara aprovou na noite desta quarta (23) o projeto de reoneração da folha de pagamentos. O texto foi aprovado simbolicamente, ou seja, sem registro do voto de cada deputado. Segue para o Senado.

A proposta foi usada como moeda de troca para tentar conter o aumento dos combustíveis. Nesta (22), o governo anunciou que zeraria a Cide sobre o diesel se o Congresso aprovasse a reoneração para compensar as perdas.

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, foi enviado ao Congresso para tentar evitar a redução na carga tributária. Não conseguiu, entretanto, convencer os congressistas. Segundo Marun, a alteração deve trazer perda de mais de R$ 12 bilhões ao governo só neste ano.