Temer: se Barbosa for eleito, não será por "ser negro" ou por "ser pobre"

6 de maio de 2018 | _
O presidente Michel Temer disse que não acredita que o juiz aposentado do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa possa ter sucesso na corrida pelo Planalto “por ser negro” nem “porque foi pobre“.

Ao ser indagado se o perfil de Joaquim Barbosa –negro, de origem humilde e que progrediu por seus méritos até chegar ao STF– poderia ajudar na campanha para o Planalto, Temer respondeu:

“Se me permite, eu não concordo com o fato de ele ser presidente porque é negro. Nem ser presidente porque foi pobre. Pobre eu também fui. Eu tive uma infância… parece que não, mas eu para ir à escola andava 6 km, para ir e para voltar. O Lula foi pobre. Não é esta razão que vai fazer com que fulano seja ou não seja presidente”.

A declaração de Temer foi ao “Poder em Foco”, novo programa de entrevistas do SBT. A gravação se deu na 6ª feira (4.mai.2018). Comandado pela jornalista Débora Bergamasco, o vídeo vai ao ar neste domingo (6.mai.2018), por volta de meia-noite, após o programa Silvio Santos