TJ-RN recua quanto o novo penduricalho absurdo

17 de abril de 2018 | _
Tribunal de Justiça do RN, deu ré quanto a resolução que concedia aos juízes e desembargadores o direito de receber licença-prêmio retroativa a 1998.

Essa é apenas mais 1 vergonha do judiciário potiguar. Magistrados parecem que trabalham apenas em descobrir "maneiras" as quais podem lhes trazer benefícios, esquecem de trabalhar de fato sobre o suas competências.

Após a Coluna do Estadão revelar o caso, o TJ-RN deu ré no benefício concedido na última quarta-feira. A estimativa era que juízes que atuam no tribunal nos últimos 22 anos teriam direito a receber R$ 300 mil de uma só vez.

A medida alcançava também juízes aposentados e familiares de magistrados que faleceram. Noronha também determinou a abertura de procedimento para apurar a constitucionalidade de lei estadual que permitiu o pagamento.