STF tira as delações do Sítio de Atibaia e Instituto Lula do juiz Moro

25 de abril de 2018 | _
A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu na tarde desta terça (24), por maioria (3 a 2), retirar trechos de delações de executivos da Odebrecht referentes ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das mãos do juiz federal Sérgio Moro. O magistrado é responsável pelas ações da Lava Jato que tramitam no Paraná.

Os depoimentos sobre o sítio de Atibaia e a suposta aquisição de 1 terreno pela Odebrecht para o Instituto Lula serão enviados à Justiça Federal em São Paulo.

Outro trecho, este envolvendo fraudes na refinaria Abreu e Lima, ficará a cargo da Justiça Federal em Pernambuco.