Deputado participa da celebração da libertação do povo Hebreu no Centro Israelita do RN

1 de abril de 2018 | _

O deputado ricardo Motta (PSB), participou a convite neste sábado (31), da Festa da Liberdade, a celebração da libertação do povo de Deus (Hebreu) do Egito.

Ricardo agradeceu o convite a Samuel Gabbay e a todos que integram o Centro Israelita do Rio Grande do Norte.

Livro do Antigo Testamento.

Autor: Moisés, por volta de 1.440 A.C.

Período histórico abrangido: desde a provação dos filhos de Israel no Egito, passando pela saída (êxodo) para a terra prometida até os acontecimentos da caminhada do povo no deserto (1.446 A.C.).

A providência de Deus em libertar o povo de Israel do Egito, e o fato de sustentá-los num deserto, demonstram Seu grande amor em favor de um povo escravo, evidência de Sua Graça e Poder. Enfatize que o povo de Israel não tinha nenhuma virtude em si, para merecer este amor, mas Deus o escolheu, por causa de sua aliança anterior com Abraão, e por causa do clamor daqueles que sofriam (Êxodo 3.7).

A saída do Egito é uma passagem bíblica que está relatada no Velho Testamento, no livro de Êxodo, que justamente significa “saída”. Esta é considerada por muitos a passagem mais importante da história do povo de Israel, pois até então os israelitas viviam como escravos e essa libertação deu origem a primeira páscoa.

De acordo com as escrituras, Deus escolheu Moisés para ser seu instrumento neste processo de libertação do povo.

Feliz Páscoa!