Cotado para substituir Lula, Jaques Wagner não esteve e São Bernardo do Campos para se despedir do ex-presidente

8 de abril de 2018 | _
O ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner não foi até São Bernardo do Campo para se despedir de Luiz Inácio Lula da Silva nos últimos 2 dias. Wagner é sempre apontado dentro do PT como 1 dos nomes para substituir Lula na corrida pelo Palácio do Planalto.

Wagner não esteve presente nas 26 horas de “resistência” de Lula dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, até ser preso na noite de sábado (7). O ex-ministro de Lula se manifestou por meio de suas redes sociais. “É hora de todos e todas que defendem a democracia se mobilizar”, disse. “Se a justiça não soube, a História saberá ser justa com você.”

Outro ausente foi o governador da Bahia, Rui Costa (PT).