Aécio vira réu e PSDB tenta se distanciar do senador

18 de abril de 2018 | _
O presidente do PSDB e pré-candidato do partido à Presidência, Geraldo Alckmin, foi 1 dos primeiros a reagir à decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de tornar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) réu. “Não existe justiça vermelha, verde e amarela, existe Justiça. Decisão judicial se cumpre e vale para todos”, afirmou.

Alckmin disse que a decisão do Supremo não constrange o PSDB. Em discurso a vereadores na tarde desta terça (17) , Alckmin afirmou que quem fica rico na política é ladrão. Questionado se a tese poderia ser aplicada a Aécio, Alckmin disse: “não vou fazer um pré-julgamento. Aécio vem de uma família abastada”.