Segurança: prédio onde funcionou Receita Federal em Macau se transformará no QG da PM

27 de fevereiro de 2018 | _
VEREADORES SE UNEM PELA POLÍCIA MILITAR EM MACAU

A Polícia Militar de Macau a décadas convive com um problema que parecia sem solução, um prédio próprio que atendesse as condições de trabalho da tropa, atualmente a PM faz de uma casa alugada ela prefeitura sua sede.

Com a doação do antigo prédio da Receita Federal para que nele funcionasse o novo quartel da Polícia Militar o Major Carvalho, comandante da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar, que abrange as cidades de Macau, Pendências, Guamaré, Galinhos, Jandaíra e Alto do Rodrigues, vem travando uma verdadeira batalha para conseguir reformar o prédio para torná-lo um quartel de Polícia.

Na manhã de hoje, 27/02/2018, uma comissão de vereadores composta pelo presidente da Câmara, Jairton Medeiros, e os vereadores Oscar Paulino, Dantas, Lampião, Ceição Lins, Diana Lira, Kekel e Dinarte fizeram uma visita ao prédio em reforma juntamente com o Major Carvalho, o Tenente Coronel Castelo Branco (Sub Comandante do Policiamento do Interior) e do Capitão Elias (Engenheiro da Polícia Militar) onde juntos buscaram soluções e parcerias para a conclusão da obra.

Os vereadores irão formar uma comissão e ajudar com doações de material de construção, além de buscarem parcerias com o comércio local e políticos de outras regiões que a 1ª CIPM é responsável por manter a segurança.

Durante a visita o prefeito de Macau, Túlio Lemos, por intermédio do líder do governo na Câmara, o vereador Oscar, por telefone garantiu ao Major Carvalho auxiliar também na conclusão da obra.
O Tenente Coronel Castelo Branco e o Capitão Elias irão auxiliar com a mão de obra e os demais policiais da 1ª CIPM irão juntos realizar um sorteio de vários brindes para arrecadarem fundos para o término da obra do quartel.

Com todos os esforços somados espera-se que ainda neste semestre o prédio esteja pronto e que a Polícia Militar possa com melhores condições de trabalho auxiliar ainda mais a população no combate ao crime e preservação da ordem pública.

É isso aí!
Por Leandro de Souza