Em rede social Ricardo Motta demonstrou sua posição contrária ao aumento de alíquota e fim do quinquênio

1 de fevereiro de 2018 | _
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte encerrou nesta quarta (31), a convocação extraordinária para análise de projetos de recuperação fiscal encaminhados pelo Poder Executivo. Durante vinte dias, os deputados estaduais se debruçaram sobre 20 medidas. Deste pacote, 8 matérias foram aprovadas, 1 foi rejeitada e outras 11 continuam pendentes ou foram retiradas pelo Governo do Estado.

Agora, com o fim da convocação extraordinária, os deputados terão um “recesso” de uma semana. Os parlamentares voltam a realizar a sessões plenárias apenas na próxima terça (6), quando o governador Robinson Faria (PSD) fará a leitura da Mensagem Anual. Será a última vez neste mandato que Robinson cumprirá o protocolo.

O deputado Ricardo Motta (PSB), foi a favor dos servidores, tendo seu posicionamento contrário ao projeto que extinguia o quinquênio dos servidores estaduais, aprovação do Regime Complementar da Previdência, autorização para o Executivo pagar em seis parcelas o décimo terceiro, diária operacionais dos servidores de segurança pública e novas regras para o recolhimento das contribuições pelos poderes. 

Motta apresentou logo após a sessão extraordinária em sua rede social sua posição em plenário.