Câmara de Macau abre trabalhos com rompimento de vereadores governistas e de importante liderança política

15 de fevereiro de 2018 | _
A Câmara Municipal de Macau volta às atividades a partir de hoje.

O blog é Francisco Gomes tomou conhecimento de que não será apenas 1 simples retorno, a 1ª sessão ordinária do ano de 2018.

Depois de curtir o carnaval, o governo do prefeito Tulio Lemos deverá se preparar para curtir as cinzas, pois será o que restará no governo a partir desta quinta (15), com os acontecimentos na sessão da Casa Legislativa.

Ontem, 1 edil em contato com o blog afirmou que logo no inicio deste 1º semestre serão apresentados vários requerimentos de sua parte solicitando do governo explicações financeiras, que deverão sere apresentadas em planilhas com gastos de diferentes fontes, disse ainda o edil, que o retorno da Casa será positivo. 

De acordo com o vereador, o momento contará com o aumento da bancada de oposição.

Serão mais 2 vereadores que abandonará o governo, engrossando a bancada oposicionista.

A adesão acontecerá na sessão de agora a tarde.

Tulio perderá o apoio do vereador Marcos Cabral seu escudeiro de 1ª hora e tudo indica que também ficará sem o apoio do líder de seu governo, o vereador Carlinho do Valadão, eleito pelo bloco de oposição ao prefeito.

Mas, o que chamará a atenção sem dúvida será o pronunciamento na tribuna de 1 dos responsáveis pela vitória de Tulio Lemos em 2014, marcando hoje 1 novo ciclo na política macauense.

Além do governo perder 2 de seus apoiadores nesta tarde, o prefeito ficará de vez sem o apoio importante do vice-prefeito Rodrigo Aladim, que da tribuna da câmara quebra a mordaça e a aliança.

Será 1 discurso de rompimento.

Rodrigo se pronunciará como adversário do governo que ajudou a eleger e definitivamente a partir de hoje, se porá contra as arbitrariedades cometida pelo governo Tulio Lemos.

A expectativas são de que a sessão leve muitos macauenses a câmara hoje.

E o que restará serão cinzas.