Temer usa ambulâncias e saúde pública para barganhar apoio político

7 de janeiro de 2018 | _

Parlamentares disseram que só quem votou com governo a favor das Reformas e por barrar as denúncias a Temer terá direito a indicar municípios para a compra dos equipamentos de saúde. Já o Ministério da Saúde diz que distribuição de R$ 960 milhões obedecerá a critério técnico. Enquanto isso, a população sofre sem direito e acesso a uma saúde pública, gratuita e de qualidade para todos.

Em dezembro, o ministério liberou dinheiro para a compra de 6,5 mil ambulâncias, 10 mil equipamentos odontológicos e mil vans destinadas ao transporte de pacientes para tratamentos não emergenciais.

Ao todo, segundo informou a pasta, o governo vai gastar a quantia de R$ 960 milhões nesses equipamentos. Os preços por cada unidade são os seguintes, segundo o ministério:

Ambulância: R$ 80 mil; Consultório odontológico: R$ 25 mil; Van de transporte sanitário eletivo: R$ 190 mil