Mulher surta contra aumento de combustível de R$ 2,80 e agora que custa mais de R$ 4,00 some

14 de janeiro de 2018 | _
A paneleira Taís Helena Galon Borges, que fez sucesso como a garota combustível quando praticamente surtou em 2016, quando o governo Dilma Rousseff  elevou o valor da gasolina para R$ 2,80. A moça foi protagonista de um verdadeiro barraco num posto.

Imagens mostram ela gritando para que os motoristas não abasteçam. E alerta para o caos: os caminhoneiros parariam e faltaria comida na mesa dos brasileiros.

Na rede social, há um perfil dela. É gerente administrativa e mora em Caxias do Sul. Assim se define:

“Profissional dinâmica, comunicativa, fácil relacionamento interpessoal, capaz de trabalhar em equipe, dedicada ao trabalho, atualizada na sua área de competência e focada em resultados.”

Nos dias que antecederam o golpe, parecia revoltada. Hoje, como a maioria das pessoas que foram à rua protestar naqueles dias, permanece em silêncio.

Óbvio que nunca foi contra a corrupção nem em defesa da Petrobras.

Era ódio.

Ódio ao PT só pode.

Hoje, em Natal encontramos gasolina comum com valores entre R$ 4,15 a R$ 4,49. Já o preço de gasolina do tipo grid por exemplo, é possível encontrar a preço de R$ 5,40.