Lideranças do PSL pedem desligamento após Bolsonaro anunciar filiação

9 de janeiro de 2018 | _
Mal chegou e o deputado Jair Bolsonaro provoca desunião e conflito no PSL (Partido Social Liberal). O presidente da legenda no Acre, Rodrigo Pires, e o vereador Emerson Jarude decidiram sair da sigla após o parlamentar anunciar a filiação.

Bolsonaro e o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, divulgaram por meio de nota a filiação do parlamentar. Mas segundo os representantes da legenda no Acre, a filiação de Bolsonaro é “inteiramente incompatível com o projeto do Livres”.

“A saída se deu ao fato da negociata do partido. Eu, como uma liderança do Livres, estava à frente de um processo de renovação do PSL e esse processo já dura algo em torno de dois anos, e de um momento para o outro o presidente do partido concedeu o PSL ao Bolsonaro. Ficamos surpresos com a vinda dele”, afirmou o vereador Jarude.