Brasil, o país sob o comando e a serviço de bandidos

21 de janeiro de 2018 | _
Como aformei em post anterior, na quarta (24) o Brasil vai parar. Vai ver de camarote como se faz para execrar um sistema politico (DEMOCRACIA), por 6/12 de interessados em destruir a voz e a liberdade de um povo, antes conquistadas a duras penas. Dia 24, não será o LULA que estará sendo julgado, quarta na cidade de Porto Alegre, quem estará sendo julgado pelos homens de Capa Pretas (três) apenas – João Pedro Gebran, Victor Laus e Leandro Paulsen – é a própria democracia brasileira, já ferida por um impeachment sem crime de responsabilidade em 2016, pelos golpistas de plantão que saqueiam este país, que era pra ser seu e meu (NOSSO).

Eles vão tirar de você, brasileiro de você brasileira o direito de votar em que lidera as pesquisas nos 4 cantos desse país. Não vota no Lula? Ótimo, vote contra! Mas não podemos deixar que nos tire esse direito de dizer (sim, ou não), somos nós que devemos escolher quem deve ser ou não o comandante deste país e não que usufrui dos privilégios.

O Temer, embora acusados por receber milhões em propina está solto e comandando o país, enquanto que Lula está sendo condenado sem provas. A "justiça" está sendo usada para cumprir com o objetivo político – que é impedir a presença de Lula nas eleições. Ou seja: nitidamente, a Justiça foi colocada a serviço da política partidária e de forças que, hoje no poder, se mostram incapazes de produzir um candidato viável, que possa ser eleito com uma agenda que prega redução de direitos e entrega das riquezas nacionais.