PEN que se chamará Patriota descarta Luiz Gomes e toda diretoria

12 de dezembro de 2017 | _
Grupo de Jair Bolsonaro no RN assume Diretório Estadual do PEN e dar um chute na traseiro do advogado Luís Gomes um dos fundadores do Partido Ecológico Nacional no Rio Grande do Norte. Luiz Gomes foi destituído, no final da semana passada da presidência do Diretório Estadual da legenda. Além dele, outros membros da executiva estadual foram retirados de seus cargos, a exemplo da vereadora natalense Nina Souza, que era vice-presidente estadual até então.

O advogado Luiz Gomes, denuncia que a sua saída da presidência foi “desleal” e “desrespeitosa”. “Até agora, não houve nenhuma comunicação, mas já fui ao TRE e examinei que não sou mais o presidente. Ninguém foi avisado, foi na ‘curva da noite’”, critica o advogado, que é 2ª suplente de deputado estadual.

Em nota, Luiz Gomes lamentou a postura adotada pela Executiva Nacional da sigla, que mudará em breve para Patriota, uma das exigências impostas por Jair Bolsonaro (PSC-RJ) para se filiar ao partido.

Quem assumirá a legenda no RN serão um grupo de militares da reserva. 

O novo presidente será o brigadeiro general da reserva da Aeronáutica Carlos Eduardo da Costa.

Para observadores o PEN o Patriota já é tido como uma organização para-militar.