General Mourão é afastado das funções pelo comando do Exército, diz jornal

10 de dezembro de 2017 | _

De acordo com matéria publicada pelo Correio Braziliense, que teve acesso a documentos do Exército brasileiro, o general Antonio Hamilton Mourão, que faz discurso em defesa da intervenção militar, foi afastado do cargo que ocupava.

Após três meses da divulgação de um vídeo em que o militar falava num evento que, "diante da crise enfrentada pelo país, pode haver uma intervenção militar", Mourão foi transferido para a Secretaria-Geral do Exército neste sábado (9). O ofício, elaborado pela Força, incumbe o comandante da Forças Armadas, general Eduardo Villas Bôas, a informar o ministro da Defesa e o presidente da República da decisão.

A mudança de forma discreta e sem os holofotes da mídia, é vista como uma medida de repreensão pelas declarações que apontavam para uma violação constitucional.

Na última quarta-feira (7), Mourão voltou a ocupar as redes e as manchetes ao falar sobre a possibilidade de atuação das Forças Armadas caso haja uma situação de "caos" no país, o que deve ter acelerado a decisão do comando do Exército.