Eu sou Lula

6 de dezembro de 2017 | _
Caciques do PMDB começam a traçar coligações nos Estados e no Distrito Federal para as eleições de 2018. O presidente do partido, Romero Jucá (PMDB-RR), já indicou que liberará as bancadas para decidirem alianças.

No Planalto, todos têm ojeriza ao PT, mas no Nordeste a sigla quer casar com o ex-presidente Lula, líder em pesquisas de intenção de voto. Exemplos disso são atos recentes do presidente do Senado, Eunício Oliveira, no Ceará, já se declarando abertamente pró-Lula.

No interior do Estado, o senador repetiu diversas vezes a frase “eu sou Lula”. O indicativo de aliança foi registrado pelo jornal O Povo, de Fortaleza, durante encontro de Eunício com o governador do Estado, Camilo Santana (PT).

Rachado com o Planalto, o senador Renan Calheiros é outro peemedebista que se alia a Lula para 2018. Em agosto, ele e seu filho, o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), dividiram palanque com o petista, na chegada da caravana do ex-presidente a Alagoas.