Em 6 meses gasolina tem aumento de 30% ruas e jornais no silêncio

29 de dezembro de 2017 | _

Os preços dos combustíveis continuam subindo todas as semanas, sem nenhum protestos contra os aumentos que, com o aumento anunciado nesta quinta (28), atingem 30% desde julho.

Dez vezes mais que a inflação do ano inteiro.

O Millenium, como alguns devem recordar, promovia aqueles “dias da liberdade do imposto”, nos quais alguns postos iam parar no Jornal Nacional, com os motoristas abastecendo pela metade do preço e preguejando contra o governo Dilma.

Mas agora, com o reajuste de reveillon, os preços aqui no Rio Grande do Norte, já ultrapassam os R$  4,210 em alguns lugares pode-se encontrar gasolina a preços de R$ 5,120.

Em dezembro de 2014, para grande  escândalo da mídia ela subiu 3% e chegou a R$ 3,320 nos postos mais caros da cidade, alcançavam preços de R$ 3,509.

No Brasil o curioso é que o preço do petróleo, cai, mais os valores dos combustíveis se mantém, já na alta dos barris, os preços se elevam, não ha de forma alguma uma política econômica de oferta e demanda, o que acontece no Brasil são os orbitantes aumentos de um mercado ganancioso.

Mas continuamos a pagara sem reclamar, a cada dia mais carros nas ruas, não há indignação, não há reportagens escandalosas, não há entrevistados vociferando contra o Governo e os impostos. Vivemos no paraíso é o que parece.