Congresso do Peru mantém presidente no cargo

22 de dezembro de 2017 | _
O Congresso do Peru decidiu na madrugada desta 6ª feira (22.dez.2017) manter o presidente Pedro Pablo Kuczynski no cargo. Ele foi alvo de pedido de impeachment de partidos da oposição após ser acusado de suposto envolvimento em esquema de pagamento de propina da Odebrecht para sua empresa, a Westfield.

A votação foi realizada após debate no Congresso que durou mais de 9 horas. A discussão foi precedido pela defesa feita por Kuczynski e o seu advogado, Alberto Borea. A oposição conseguiu 78 votos a favor de sua deposição. Eram necessários 87. Foram 19 votos contra e 21 abstenções.

Kuczynski pediu aos congressistas que salvassem a democracia e rejeitassem o pedido de destituição, negando que tenha favorecido a Odebrecht ou mentido na sua relação com a construtora durante o período em que foi ministro do governo de Alejandro Toledo (2001-2006). Afirmou que a Westfield era administrada por seu ex-sócio Gerardo Sepúlveda.