Senador Renan Calheiros diz que Temer deveria nomear Eduardo Cunha para ministro, melhor que inventar coadjuovante

23 de novembro de 2017 | _
O governo recuou, mas tudo indica que Carlos Marun (PMDB-MS) deve assumir a Secretaria de Governo de Michel Temer. 

O senador Renan Calheiros disse em entrevista à BBC Brasil que o presidente Temer deveria de uma vez nomear o ex-deputado Eduardo Cunha para assumir articulação do governo, e não um intermediário.

“Se ele quer nomear, deveria ter sido mais inteligente. Chega de intermediário, poderia nomear diretamente o Eduardo Cunha para ser o ministro da articulação política”, resumiu o senador ao comentar a indicação de Marum, que integrava a tropa de choque do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso pela Lava Jato.

E Renan disse ainda que Cunha se tornou o principal advogado de defesa Temer. Segundo o senador, Cunha exerceu forte influência na formação do governo temer e "continuou a dar as cartas mesmo depois de preso".

"A Justiça teve que encurtar a sua permanência em Brasília, onde ele passou os últimos 30 dias para fazer a defesa do presidente Michel Temer de corpo presente. Então nós tivemos nos últimos dias uma evolução. Ele saiu da condição de alguém cujo silêncio estava sendo administrado para alguém que admitiu fazer uma delação, e (depois) recuou para fazer a defesa do presidente", analisou Renan.

Para ele, a nomeação do deputado Carlos Marun "é a continuidade desse processo".