Pensando em reformas Tulio terá oportunidade de afastar auxiliares envolvidos com improbidades

17 de novembro de 2017 | _
Em tempos de reformas no governo Tulio Lemos, o que não faltará para o prefeito serão justificativas para exonerar. Claro, se realmente quiser reformar com vistas a acertar. Para isso, o filho de Afonso terá inúmeras razões. Um exemplo de demonstração de que realmente desabrochou em si o desejo de acertar é começar cortando na "própria carne", (por casa) assim, além de acabar com o nepotismo, ainda afastaria de seu governo auxiliares com problemas na justiça, como é o caso de seu tio Bosco Afonso que se exonerado, Tulio acabaria com dois problemas: 1 nepotismo, 2  exonerava um auxiliar acusado de improbidade administrativa ou ilícito penal que terá que devolver divisas ao erário público (município de Natal), ordenado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Não bastasse o tio, eis que surge mais um auxiliar com problemas na justiça. Trata-se de Fagner Teodósio, secretário de administração do município.

Fagner virou réu em 8 processos investigados pelo MP ( Ministério Público), nas áreas crime e cível.

O Ministério Público Estadual acusa o secretário e várias outras pessoas de realizarem improbidade administrativa, violação aos princípios administrativos e dano ao erário público de Macau.

Com a determinação do recebimento da ação pela juíza da comarca de Macau, com indícios de ímprobos Fagner virou réu no processo.

Confira os processos:

Processo:
0102288-77.2017.8.20.0105
Classe:
Procedimento Investigatório do MP (Peças de Informação)
Área: Criminal
Assunto:
Crimes Previstos na Legislação Extravagante
Distribuição:
Sorteio - 13/11/2017 às 14:09
1ª Vara - Macau

Processo:
0102287-92.2017.8.20.0105
Classe:
Procedimento Investigatório do MP (Peças de Informação)
Área: Criminal
Assunto:
Crimes Previstos na Legislação Extravagante
Distribuição:
Sorteio - 13/11/2017 às 14:01
2ª Vara - Macau


Processo:
0102285-25.2017.8.20.0105
Classe:
Ação Civil de Improbidade Administrativa
Área: Cível
Assunto:
Dano ao Erário
Distribuição:
Sorteio - 13/11/2017 às 12:04
1ª Vara - Macau
Valor da ação:
R$ 35.000,00

Dados do Processo

Processo:
0102284-40.2017.8.20.0105
Classe:
Ação Civil de Improbidade Administrativa
Área: Cível
Assunto:
Dano ao Erário
Distribuição:
Sorteio - 13/11/2017 às 11:45
2ª Vara - Macau
Valor da ação:
R$ 50.000,00

Partes do Processo
Autor:  Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (Macau)
Movimentações
Data   Movimento
13/11/2017 Classe Processual alterada 
Corrigida a classe de Ação Civil Pública para Ação Civil de Improbidade Administrativa.
13/11/2017 Redistribuição por sorteio 
RES.30/2017TJRN
13/11/2017 Distribuição por sorteio 

Processo:
0102282-70.2017.8.20.0105
Classe:
Ação Civil de Improbidade Administrativa
Área: Cível
Assunto:
Dano ao Erário
Distribuição:
Sorteio - 13/11/2017 às 11:18
2ª Vara - Macau
Valor da ação:
R$ 16.800,00

Processo:
0102270-56.2017.8.20.0105
Classe:
Ação Civil de Improbidade Administrativa
Área: Cível
Assunto:
Dano ao Erário
Distribuição:
Sorteio - 10/11/2017 às 13:53
1ª Vara - Macau
Valor da ação:
R$ 16.800,00

Processo:
0102269-71.2017.8.20.0105
Classe:
Ação Civil de Improbidade Administrativa
Área: Cível
Assunto:
Violação aos Princípios Administrativos
Distribuição:
Sorteio - 10/11/2017 às 12:44
1ª Vara - Macau