Senador Tasso Jereissati pede renúncia de Aécio da presidência do PSDB

18 de outubro de 2017 | _
Presidente interino do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) disse nesta quarta-feira que Aécio Neves (PSDB-MG) deve renunciar definitivamente à presidência do partido, da qual está afastado desde que foi atingido pela delação da JBS e por medidas impostas contra ele pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para Tasso, Aécio "não tem condições, dentro das circunstâncias em que está", de comandar a legenda. 

Ontem, o Senado derrubou, por 44 votos a 26, as medidas cautelares impostas a Aécio pelo Supremo, que havia suspendido seu mandato e determinado seu recolhimento domiciliar noturno. Para Tasso, entretanto, isso não significa que os senadores determinaram que Aécio ficará impune, caso seja de fato comprovado que ele pediu R$ 2 milhões em propina ao empresário Joesley Batista.

A disputa entre Tasso e Aécio reflete um racha dentro do próprio PSDB. A ala governista do partido não gostaria de ver a destituição de Aécio, mais próximo do presidente Michel Temer. 

Tasso, por sua vez, está entre os líderes tucanos que defendem a ruptura com o governo Temer.