PF faz buscas no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel, preso por bunker com R$ 51 milhões

16 de outubro de 2017 | _
A Polícia Federal realiza buscas na Câmara dos Deputados na manhã desta 2ª feira (16.out.2017). O gabinete de Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) é um dos alvos da operação.

Lúcio é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso após a PF descobrir 1 bunker com R$ 51 milhões em endereço ligado a ele. A ação desta 2ª investiga se há relações do deputado com o dinheiro encontrado no imóvel.

A Procuradoria Geral da República pediu a ação da PF, autorizada pelo ministro do STF Edson Fachin.

Agentes chegaram a interditar o acesso ao 6º andar do anexo IV, onde fica o gabinete do peemedebista.

A PF também cumpre mandados na residência de Lúcio Viera Lima em Brasília e em imóvel em Salvador.

A Câmara tem agenda importante nesta semana. A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) discute na 3ª (17.out), e deve votar na 4ª (18.out) ou na 5ª (19.out), o parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomenda a suspensão do processo contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência) por obstrução de Justiça e organização criminosa.