CCJ vota pelo arquivamento da denuncia contra Temer

18 de outubro de 2017 | _
Nenhuma novidade no resultado final sobre a denuncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Os deputados votaram pelo arquivamento da denúncia, que será agora apreciada pelo plenário da Câmara, por parlamentares comprados por emendas parlamentares.

Recorrendo as artimanhas de sempre e as trocas de titulares da CCJ, Temer conseguiu nova vitória para garantir sua impunidade. Por 39 votos a 26 contrários a mesma comissão que havia votado na primeira denúncia pelo arquivamento da denúncia voltou a propor o mesmo encaminhamento. Agora a votação vai a Plenário onde se espera nova vitória de Temer.

Semelhante a primeira denúncia, onde Temer obteve 41 votos a favor, a perda de dois votos nesta ocasião se deve a troca de titulares pró-Temer por deputados opositores do PSB. 

Na Câmara a votação é menos controlada pelos líderes, mas não se vislumbra até o momento que serão angariados 342 votos para retirar o presidente golpista acusado dessa vez de obstrução da justiça e outros crimes.

O relatório pelo arquivamento foi elaborado por deputado do PSDB de Minas Gerais, aliado de Aécio Neves, salvo ontem no Senado com toda a ajuda do PMDB de Temer.