Cármen Lúcia nega pedido de redistribuição de ação de senador Aécio neves

3 de outubro de 2017 | _
A defesa do senador Tucano Aécio Neves, requereu a Presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia que retirasse ao ministro Edson Fachin a ação na qual o senador solicita seu retorno ao congresso.

O negócio é que por sorte, não de Aécio é claro, seu processo foi à sorteio e acabou caindo bem nas mãos do ministro Fachin o que deixou o senador e sua defesa aflitos.

Fachin foi quem afastou o senador a primeira vez do mandato.

E, para engrossar o caldo a ministra Cármen Lúcia diz não ao pedido da defesa de Aécio, mantendo Fachin no caso, negando a redistribuição da ação.

Os advogados haviam apresentou na 2ª feira (2.out) mandado de segurança, com pedido de liminar, para suspender o afastamento do senador, determinado em 26 de setembro pela 1ª Turma do STF. Queriam antes julgamento de recursos e ação no Supremo sobre punição a congressistas, marcado para 11 de outubro.