Pesquisa CNI/Ibope indica rejeição a Temer sobe para 89% entre os brasileiros que reprovam seu governo

28 de setembro de 2017 | _
Nesta quinta-feira (28), o Ibope divulgou pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que reforça a impopularidade de Michel Temer, com 77% de ruim e péssimo. Ainda segundo o levantamento, 89% reprovam a maneira de governar de Temer. Apenas 7% aprovam. No levantamento divulgado em julho, 11% aprovavam; 83% desaprovavam.

De acordo com a pesquisa realizada entre os dias 15 e 20 de setembro, com 2 mil pessoas em 126 municípios, apenas 3% dos entrevistados consideram o governo Temer ótimo/bom. Outros 16% consideram o governo regular, e 3% não sabem/não responderam.

O Ibope também apontou o nível de confiança dos brasileiros em relação a Temer: 6% dos entrevistados disseram confiar em Temer, enquanto 92% afirmaram não confiar; 2% não souberam ou não responderam.

Na pesquisa feita em julho, 10% disseram confiar em Temer, 87% afirmaram não confiar; 3% não souberam ou não responderam.

O Ibope também pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer com a da presidenta Dilma Rousseff. Segundo o levantamento, 59% consideram o governo Temer pior.

Sobre as perspectivas em relação ao “restante do governo”, 6% responderam “ótimo/bom”; 17%, “regular”; 72%, “ruim/péssimo”; e 5% não souberam ou não responderam.

A pesquisa também ouviu os entrevistados sobre a percepção a respeito da atuação do governo em áreas específicas. Perguntados sobre a avaliação sobre a saúde, o índice de reprovação foi de 86%.

Quando questionados sobre a avaliação sobre a política de impostos, 90% desaprovaram. Já sobre as taxa de juros, a reprovação chegou a 87%.