Justiça Federal no Rio Grande do Norte aceita fastamento de Clécio Santos, indicado do deputado Rogério Marinho no IBAMA

12 de setembro de 2017 | _
A Operação Kodama da Polícia Federal resultou no afastamento do diretor do IBAMA. Clécio Santos, indicado do deputado Rogério Marinho (PSDB). Clécio é acusado de suspeita de corrupção no órgão federal.

O principal assessor do deputado Rogério Marinho, Clécio Santos, já é réu na Justiça acusado nos processos, 0001312-28.2004.8.20.0102 (102.04.001312-0) Ação Popular / Violação aos Princípios Administrativos; 0031519-80.2008.8.20.0001 (001.08.031519-5) Ação Civil de Improbidade Administrativa / Dano ao Erário; 0022196-22.2006.8.20.0001 (001.06.022196-9) Ação Civil de Improbidade Administrativa / Enriquecimento ilícito. 

Ao todo, quatro cidades do Rio Grande do Norte estão sendo foco da operação policial: Natal, Ceará-Mirim, Goianinha e Tibau do Sul. Cerca de 50 agentes cumprem 11 mandados judiciais de busca e apreensão, além de medida cautelar de afastamento de função pública. A 14ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte aceitou a representação da Polícia Federal e determinou o afastamento de Clécio Santos que respondia pelo IBAMA desde 2016.