Joesley e Saud esperam ordem de prisão para se apresentarem à PF em Brasília

10 de setembro de 2017 | _
Fachin já teria determinado a detenção dos delatores, audios sugerem que ex-procurador orientou colaboração

O empresário Joesley Batista, principal acionista do grupo J&F (dono do frigorífico JBS-Friboi), e Ricardo Saud (diretor da empresa) pretendem se apresentar imediatamente à Polícia Federal em Brasília, caso se confirme que o relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin, aceitou os pedidos de prisão contra eles apresentados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.