Desembargador Francisco Barros presos na "Operação Alcmeon", por vender sentenças será solto

14 de setembro de 2017 | _
A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) concedeu nesta quinta-feira, 14, por unanimidade, habeas corpus para o ex-desembargador Francisco Barros Dias, preso no final do mês passado em decorrência da Operação Alcmeon, que o acusou de vender sentenças no próprio TRF-5. A concessão do habeas corpus em favor de Barros Dias deve fazer com que ele seja libertado da prisão ainda nesta quinta-feira.

Vale lembrar que, anteriormente, o juiz federal Francisco Eduardo Guimarães, titular da 14ª Vara, em cumprimento a decisão da 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5 Região, havia expedido alvará de soltura em favor de Francisco Barros Dias nas últimas horas.

No entanto, o investigado permaneceu preso em razão da decisão proferida pela 2ª Vara Federal, atacada mediante o Habeas Corpus 0808593-13.2017.4.05.0000, que tramita na 3ª Turma do TRF 5, sendo Relator o Desembargador Federal Carlos Rebêlo Júnior, ainda pendente de julgamento.