Senado aprova texto-base da meta fiscal, mas não conclui votação

31 de agosto de 2017 | _
O plenário do Congresso aprovou na madrugada desta quinta-feira (31) o texto-base da proposta de revisão da meta fiscal para 2017 e 2018.

O governo, porém, não conseguiu concluir a votação de cinco destaques. As propostas não alteram a meta.

Com isso, o governo ampliou a previsão do rombo deste e do próximo ano para R$ 159 bilhões. A previsão anterior era de um deficit de R$ 139 bilhões em 2017 e R$ 129 bilhões no ano seguinte.

A necessidade de revisão das metas, anunciada em agosto, foi atribuída pelo governo à frustração de receitas e à lenta retomada da economia.

Na ocasião, a equipe econômica também comunicou que a previsão de deficit em 2019 passou de R$ 65 bilhões para R$ 139 bilhões.

O governo esperava que o resultado fiscal ficasse positivo em 2020, com superavit de R$ 10 bilhões, mas passou a prever um deficit de R$ 65 bilhões.

O último ano em que o governo federal arrecadou mais do que gastou foi 2013.