"Parece que o Palácio da Alvorada agora virou uma imobiliária", disse Lula em Recife

25 de agosto de 2017 | _
No ato que reuniu a maior multidão da caravana até agora, cerca de 30 mil pessoas no Pátio do Carmo, no Recife, o ex-presidente Lula afirmou com indignação, em seu discurso, não ser possível que o Brasil, "que antes era o país mais otimista do mundo, que nos dava orgulho, respeitado no mundo, vire uma república de bananas"; ele também criticou o pacote de privatizações promovidas a rodo pelo governo Temer: 

"Parece que o Palácio da Alvorada agora virou uma imobiliária"; mas estimulou o povo a "não desanimar"e continuou Lula... "Nós aprendemos a não abrir mão de nossos direitos".

Sobre seu julgamento, Lula declarou: "todo mundo diz que eles estão tramando alguma coisa para impedir minha candidatura. O povo vai decidir"