O descaso do Estado com a segurança publica aprisiona o cidadão de bem

14 de agosto de 2017 | _
A violência é tamanha na cidade de Natal, que podemos dizer sem nenhum exagero que hoje, os cidadãos de bem moradores desta linda e agradável cidade vivem num Estado de Sítio. O "governo da segurança", desde de primeiro de janeiro de 2015 tem quebrado todos os recordes na segurança.

Segundo dados levantados pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida, o Estado do Rio Grande do Norte já alcançou até o inicio deste segundo semestre, mais de 1500 assassinatos.

Estamos presos e os bandidos soltos. Vivemos em condomínios, por trás de gigantescos muros, cercado por cercas elétricas e concertinas, arrodeados de câmaras, além de contratar serviços de vigilanciana privada.

Não me agrada isso. Sou pagador de impostos, e me sinto prisioneiro em minha própria casa, cumpro meus deveres como cidadão e fico cada dia mais indignado com o desprezo das autoridades sobre a segurança da população, a falta de infraestrutura, saúde educação e tudo que nos é de direito pela Carta Magna e furtado pelas autoridades, enquanto assistimos um bando de corruptos discutindo Fundo Partidário e outras formas de se darem bem.