Macau: Prefeitura não paga salário, cemitério fica sem coveiro e filho cava cova do pai

26 de agosto de 2017 | _
Coma mais de R$ 51 milhões arrecadados nestes 8 meses de gestão do prefeito Tulio Lemos, a população mais carente da cidade tem passado a pão e água. Os dias dos cidadãos macauenses tem sido difficiles com o "governo da mudança" do filho de Afonso. Direto ou indiretamente, a verdade é que os macauenses hoje sofrem com a crise criada pelo governo. São salários atrasados de servidores ativos, inativos, contratados e até CC's, além de fornecedores e etc.... No maior distrito do município (Diogo Lopes), por falta de coveiro familiares tiveram que cavar cova para receber corpo de parente.

O ocorrido foi na última quinta-feira (24), o filho fez a cova para sepultar o próprio pai, porque não havia coveiro, pois a prefeitura não tem cumprido com as obrigações de pagamento de seus vencimentos.

Através do WhatsApp familiar do morto se pronunciou sobre mais essa do governo da mudança. 

Confira post:
Imagem, blog Arafran
"Dinheiro tem, falta gestão", Tulio Lemos.