Delação no MPF de Rita das Mercês envolve Executivo, Legislativo e Judiciário

15 de agosto de 2017 | _
A ação da Polícia Federal nesta terça-feira na capital Potiguar, contra o governador Robinson Faria é resultado da delação premiada de Rita das Mercês, ex-procuradora da Assembleia Legislativa, feita no Ministério Público Federal.

A ex-procuradora foi alvo em 2015 da Operação Dama de Espadas, coordenada pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte.

Feita há pouco mais de dois meses, a delação de Rita foi negociada em acordo conduzido pelo procurador da República Rodrigo Teles, a quem Rita narrou crimes na administração dos três poderes do Rio Grande do Norte e deixou claro que não é ela a dama de espadas.

Segundo a matéria de Dinarte Assunção, pelo menos um membro do Tribunal de Justiça foi delatado ao Ministério Público Federal.