Walter Alves assegura R$ 16 milhões para obra na Armando Ribeiro Gonçalves

19 de junho de 2017 | _
O deputado federal Walter Alves (PMDB-RN) assegurou, junto ao Governo Federal, o início do processo licitatório para as obras de recuperação e modernização da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. O projeto terá investimento de R$ 16,9 milhões e tem como objetivo melhorar a estrutura do açude para receber as águas da transposição do Rio São Francisco.

Após a garantia dos recursos através do esforço do deputado Walter Alves, o processo de licitação já está em andamento junto ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). “Lutamos para conseguir a garantia dos recursos. O Rio Grande do Norte precisa estar preparado para receber as águas do São Francisco. A obra de recuperação na Armando Ribeiro é fundamental para o estado usufruir desse importante benefício. Nosso mandato lutou por essa conquista e, agora, vamos acompanhar todo o processo”, disse Walter Alves.

As obras na Armando Ribeiro Gonçalves – maior reservatório de água do Rio Grande do Norte que atende 37 municípios e mais 50 comunidades através de cinco adutoras – fazem parte do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF). De acordo com o Termo de Referência das obras, as atividades na Armando Ribeiro compreendem o desenvolvimento dos seguintes serviços:

·        Recuperação dos maciços da barragem principal e diques, compreendendo: limpeza e recuperação dos taludes de montante e jusante, drenagem superficial do coroamento e área de jusante;

·        Recuperação do vertedouro;

·        Recuperação dos canais de aproximação e restituição do vertedouro e da estrutura de fixação da          soleira do vertedouro;

·        Recuperação do sistema hidromecânico e estruturas de entrada e saída da tomada d’água;

·        Recuperação do sistema de instrumentação;

·        Implantação do sistema de automação;

·        Instalação de equipamentos de monitoramento hidrométrico e estações hidrometeorológicas automáticas.

Ainda segundo o DNOCS, o prazo estabelecido para execução das obras é de nove meses consecutivos. O projeto está orçado em R$ 16.910.478,51.