PSDB continua na base aliada de Temer, mas também continua querendo cassar Temer

13 de junho de 2017 | _

O partido de Aécio, Alckmin e Dória fez o esperado. Em reunião o PSDB decidiu o que todos já apostavam que era a continuação de sua participação no governo Temer. o mesmo que o partido acusa de ter usado caixa dois para se eleger, com proas de áudio e tudo.

obvio A decisão foi anunciada pelo ex-ministro das Relações Exteriores de Temer, o senador José Serra (SP). Em entrevista à imprensa, ele afirmou que a maioria dos tucanos decidiu continuar com o governo até que novos fatos surjam. "O PSDB não fará nenhum movimento agora no sentido de sair do governo. Se os fatos mudarem, terão outras análises", afirmou o parlamentar paulista. "É um governo que tocou adiante compromissos que assumiu conosco. Isso é visto como algo positivo", acrescentou. 

Enquanto isso... O líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli (SP), anunciou que o partido vai recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de não cassar a Temer. Segundo ele, a decisão foi tomada durante reunião ampliada da executiva nacional e de outras lideranças tucanas, quando o partido decidiu permanecer na base aliada de Temer.

Você entendeu? Nem eu!