Prisão de Loures aumenta tensão no Planalto

4 de junho de 2017 | _
O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, flagrado por investigadores ao receber uma mala de 500 mil reais da JBS, foi preso na manhã deste sábado 3 por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. 

Loures foi preso em sua casa, em Brasília, e está detido na Superintendência da Polícia Federal. O ex-deputado perdeu seu posto no Congresso na quinta 1º  após o retorno à Câmara de Osmar Serraglio, substituído no Ministério da Justiça por Torquato Jardim.