Se aproxima o fim das férias e o início da rotina diária

25 de julho de 2017 | _
De férias do trabalho, demos um breve recesso ao blog, mas já estamos em contagem regressiva para o retorno de nossas postagens diárias com noticias novinhas. Pedimos aos nossos leituras, compreensão pelos dias de recesso. Também somos filho de Deus!

Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. 
1 João 3:1

"Trabalhe seis dias, mas descanse no sétimo; tanto na época de arar como na da colheita. 
Êxodo 34:21

Comissão da reforma política vai debater ‘Emenda Lula’

18 de julho de 2017 | _

Presidente da comissão da reforma política na Câmara, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) disse que pretende aprofundar o debate sobre a “Emenda Lula”, como ficou conhecido o artigo que, se aprovado, impedirá a prisão de candidatos até oito meses antes da eleição. A proposta foi revelada sábado pela Coluna do Estadão.

O peemedebista alegou que não pode interferir no teor do relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP). Ele, porém, afirmou que não vai colocá-lo em votação antes da discussão. “Não pautarei o relatório antes de toda a polêmica ser amplamente debatida”, disse Vieira Lima. Cândido afirmou ao Estado que não vai retirar o artigo do parecer, que deve começar a ser votado em 3 de agosto.

A rapidinha do blog

| _
Escuridão
Prefeitura de Macau não paga a conta de energia e deixa Hospital no escuro. COSERN corta energia do Hospital Antonio Ferraz - HAF.
Saúde
Populares reclama da falta de matérias em postos de saúde do município de Macau. Segundo posts nas redes sociais faltam medicação, seringas, insulina e fitas para teste de glicose.

Temer
A equipe econômica de Temer descartou a possibilidade de liberar mais R$ 4 bilhões, até o final do mês, para atender aos órgãos com maior dificuldade em prestar serviços públicos, para atender serviços essenciais. A restrição fiscal tem atingido diversos ministérios, diante do corte de R$ 39 bilhões em despesas ainda em vigor. Por outro lado, comprou deputados com mais de R$ 15,3 bilhões em emendas antes da aprovação da CCJ.

Governador
Ricardo Coutinho atribui o elevado desemprego no Brasil a falta de investimentos públicos. Coutinho é hoje umas das principais lideranças do PSB. Paro o governador é indispensável a união das esquerdas em 2018 para enfrentar a ofensiva neoliberal.

Violência
Um homem suspeito de ter participado de uma tentativa de assalto a um mercadinho na noite desta segunda-feira (17) no bairro de Lagoa Azul, na Zona Norte de Natal, foi amarrado, espancado e morto a tijoladas por moradores da vizinhança, ninguém foi preso.

Lula em entrevista hoje cedo com Eli Corrêa, da Rádio Capital de São Paulo

| _

Em entrevista, hoje cedo, a Eli Correia, da Rádio Capital, de São Paulo, o ex-presidente Lula disse que “o juiz Sérgio Moro não pode continuar se comportando como um czar, passando por cima da Constituição” e que montaram contra ele “uma mentira,desde o começo ” mas que só quando viu o “powerpoint montado pelo [Deltan] Dallagnol” é que se deu conta de que o processo “não tinha nada de jurídico, era eminentemente político”.

-Eu vou enfrentar essa briga. A única coisa que eu tenho é a minha dignidade. E por ela eu lutarei até a morte, lutarei até o fim, porque eu não vou, depois de 70 e poucos anos de vida – não sei quanto tempo vou ter pela frente – permitir que meia dúzia de jovens mal-intencionados venham tentar jogar a minha imagem na lama.

Delação de Palocci senta a Globo na cadeira do Moro!

17 de julho de 2017 | _

Com uma reportagem de mais de 15 minutos exibida em horário nobre neste domingo, a Record parece ter declarado guerra à rede Globo.

O trabalho, exibido no programa "Domingo Espetacular" relata sobre uma série de negociatas da emissora carioca, incluindo um milionário esquema de evasão de divisas e sonegação de impostos durante a Copa do Mundo de 2002.

O ponto de partida da reportagem é uma suposta delação negociada pelo ex-ministro Antonio Palocci.

A reportagem da Record mostra como a Globo se beneficiou de um esquema de sonegação fiscal, usou empresas de fachada em paraísos fiscais e recebeu uma série de benesses federais.

De acordo a reportagem, a televisão da família Marinho também estaria agindo para impedir a concretização da delação de Palocci.

Brasil 247

Orla de Férias movimenta Aratuá como espaço de lazer para a família

| _

Oficinas de stand up e slackline, aulão com instrutores do Projeto Vida Saudável, torneios de beach soccer, vôlei e futevôlei e ainda funcional kids, jump e fit dance transformaram a orla de Aratuá em uma grande arena esportiva e de recreação, nesse terceiro domingo do Projeto Orla de Férias, na cidade de Guamaré. 

O projeto da Secretaria Municipal de Esportes reservou ainda um espaço para os papais garantir a diversão da criançada com futebol de sabão e pula-pula. “Até o último domingo de julho, estamos oferecendo plenas condições para que a família de Guamaré se encontre na praia nesse clima de pura diversão”, declarou o prefeito Hélio Willamy, que acompanhou de perto toda a programação.

O Orla de Férias vem sendo elogiado por toda a população de Guamaré e há possibilidades do projeto se manter nesse formato, mesmo em períodos fora das férias escolares, movimentando a orla da Praia de Aratuá pelos menos um domingo ao mês. “Estou feliz com a aceitação e a participação do público de todas as idades em mais um projeto que marca o cuidado da nossa gestão com as pessoas”, concluiu o prefeito Hélio Willamy.

Para derrubar Temer, Globo vai além do jornalismo

| _
Desde o furo de O Globo sobre o envolvimento de Michel Temer em crimes como obstrução à Justiça e corrupção passiva, em maio passado, todo o jornalismo do Grupo Globo está focado em fortalecer e legitimar as denúncias contra o presidente. Nesta semana, a Globo decidiu, entretanto, incidir de forma mais direta na condução da crise que corrói a gestão do PMDB há quase dois meses.

Quando a Globo estive de um lado, é prudente que fiquemos de olhos abertos. 

Já dizia Brizola:

-- Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem… Se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor!.


Macau: O alto preço do lixo para uma cidade suja

| _
Da série: Do Lixo ao Luxo!

Semana passada postamos (aqui) sobre escândalos envolvendo prefeituras e empresas de lixo que servem apenas para beneficiar gestores e assessores públicos, que engordam suas contas e aumentam seus patrimônios, enquanto que a população de suas cidades pagam um alto preço por serviços sem qualidades que só lhes tiram a alto estima. Exemplo disso são os muitos lixos e entulhos espalhados em praças e ruas de Macau, como mostram as imagens abaixo. E mesmo com os muitos exemplos já visto, a Prefeitura de Macau que paga a bagatela de R$ 300 mil por mês, a uma empresa de limpeza e outros R$ 4 mil reais para outra empresa indicar locais onde a coleta e a limpeza devem ser realizada, ainda assim, a cidade continua suja.

É o dinheiro público jogado ao lixo... enquanto outros estão no luxo e a população no chorume.

Segundo um leitor do blog, o prefeito inova na ornamentação de uma das principais praças da cidade, onde se vê na Praça São Pedro a criação da modalidade "banheiro ao ar livre", com vaso sanitário, lixo e mato à vontade.

Bolsonaro cresce e encosta em Lula na corrida presidencial de 2018

16 de julho de 2017 | _
Marina alcança Doria, que estaciona em 13%; Rejeição a tucanos aumenta e vai a 51%; 
Candidatos do PT são rejeitados por 56%

O pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC), 62 anos, cresceu 7 pontos percentuais em relação a junho. Com 21% das intenções de voto, empata agora tecnicamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 71 anos, que tem a preferência de 26% dos eleitores.

Os resultados fazem parte da pesquisa estimulada de intenção de voto para as eleições de 2018, realizada pelo DataPoder360 nesta semana. No 1º cenário testado, quando o pré-candidato do PSDB é Geraldo Alckmin, 64 anos, Bolsonaro é o único a apresentar crescimento fora da margem de erro.

O pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC), 62 anos, cresceu 7 pontos percentuais em relação a junho. Com 21% das intenções de voto, empata agora tecnicamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 71 anos, que tem a preferência de 26% dos eleitores.

Os resultados fazem parte da pesquisa estimulada de intenção de voto para as eleições de 2018, realizada pelo DataPoder360 nesta semana. No 1º cenário testado, quando o pré-candidato do PSDB é Geraldo Alckmin, 64 anos, Bolsonaro é o único a apresentar crescimento fora da margem de erro.

Lula mantém a posição de favorito, mas apresenta queda no 2º cenário, em que Doria é o pré-candidato tucano (leia os dados mais abaixo). O Nordeste é a região na qual o petista tem mais força. Registra 42% das intenções de voto no cenário 1, quando Alckmin é o concorrente, e 39% no cenário 2 (quando disputa com Doria). É importante ressaltar que a pesquisa DataPoder360 deste mês foi realizada antes da condenação do petista pelo juiz Sérgio Moro no caso do tríplex.

A projeção de votos brancos e nulos teve queda de 4 a 6 pontos percentuais. Neste mês, 27% descartariam o voto. Esse cenário apresentou também uma redução no número de indecisos, caindo para 7%. Em junho, eram 12% os que não souberam ou não responderam.

Alckmin tem até agora o seu melhor desempenho na série do DataPoder360, iniciada em abril de 2017. O tucano surge com 10%, uma evolução de 6 pontos percentuais em relação a 2 meses atrás, quando pontuou apenas 4% (leia a pesquisa DataPoder360 de maio).

Na comparação com junho, não é possível afirmar que houve crescimento do tucano, mas uma oscilação positiva dentro da margem de erro. Em junho, o governador de São Paulo tinha 7% da escolha dos entrevistados.

A pesquisa DataPoder360 foi realizada nos dias 9 e 10 de julho de 2017. Foram entrevistadas 2.178 pessoas com 16 anos de idade ou mais, em 203 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Lula
No 2º cenário testado pelo DataPoder360, em que João Doria, 59 anos, é o nome do PSDB para presidente, Lula tem o pior desempenho da série iniciada em abril. O petista apresenta uma queda de 4 pontos percentuais e fica com 23% das intenções de voto –contra 27% de junho.

Além de Bolsonaro, quem também cresce nesse cenário é Marina Silva, 59 anos. A pré-candidata da Rede vai a 12% e empata na margem de erro com Doria, que tem 13%. A evolução de Marina foi de 6 pontos percentuais na comparação com o mês anterior.

João Doria se manteve no mesmo patamar desde a 1ª pesquisa feita pelo DataPoder360, em abril. Tem 13% das intenções de voto. Eleitores do Sudeste e do Sul são os que mais optaram pelo nome do tucano, 20% e 21% respectivamente. Nessas regiões, entretanto, Jair Bolsonaro é a preferência da maioria, com 53%. No Nordeste, o prefeito da capital paulista é escolhido por apenas 2% dos entrevistados.

Nos 2 cenários, o maior grupo de pessoas que responderam à pesquisa DataPoder360 é composto pelos eleitores indecisos e os que votariam branco ou nulo: até 34%. Desses, também a maior parte tem grau de instrução superior –chegam a 38%.

Esta rodada do DataPoder360 é útil para entender alguns movimentos dos pré-candidatos. Jair Bolsonaro tem sido mais crítico recentemente ao tucano João Doria e ao PSDB –afirmado que esse partido e o prefeito de São Paulo têm titubeado nas críticas a Michel Temer. Pode ser uma tentativa do candidato mais conservador até agora no páreo de tentar polarizar com a sigla que tende a ser sua principal adversária em 2018 –sobretudo em 1 cenário no qual Lula possa ficar de fora da disputa.

Já João Doria tem tentado ser mais incisivo nos últimos dias em relação à condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro. Mas o prefeito paulistano continua manietado pelo PSDB a respeito de críticas a Michel Temer.
Rejeição partidos tradicionais
O DataPoder360 apurou o potencial de voto de candidatos do PSDB e do PT. A rejeição aos tucanos chegou a 51%, um aumento de 4 pontos percentuais em relação a junho.

A marca dos que poderiam votar em 1 candidato do partido social-democrata também diminuiu. Agora são 14%. No mês passado, eram 18%. O eleitor fiel ao PSDB manteve-se em 6%.
Candidatos do PT são rejeitados por 56% dos entrevistados, um aumento de 6 pontos percentuais na comparação com junho –a rejeição era de 50%.

Mas o eleitorado fiel ao Partido dos Trabalhadores é mais de 3 vezes maior do que o tucano: 20% dos entrevistados votariam com certeza em 1 candidato petista.

Os que admitem a possibilidade de escolher postulantes do PT somam 13%. Em junho, eram 21%. Com o aumento da rejeição (8 p.p.), é possível notar um fluxo de eleitores que antes consideravam o voto no partido e agora passaram a rejeitá-lo.
Eleitores querem mudança
O desejo de mudança para a eleição de 2018 é de 81% dos entrevistados. Eles responderam a seguinte pergunta: “Pensando na eleição do ano que vem, seu sentimento é mais de continuidade ou de mudança?”. Só 3% disseram preferir a continuidade.

O sentimento de mudança caiu 9 pontos percentuais. Na pesquisa DataPoder360 de junho, era de 90% dos eleitores. O que aumentou foi o número de indecisos (16%). No mês passado, apenas 6% não souberam ou não responderam. O crescimento foi de 10 pontos percentuais. Os dados estão no gráfico abaixo:

Após 4h40, Marcelo Melo é campeão de duplas em Wimbledon

| _
"Não tenho palavras para descrever o sentimento depois do jogo. Ainda vou precisar de um tempo para digerir este grande feito que eu tive a sorte de poder conquistar", afirmou o brasileiro.


Folha de S Paulo -- Marcelo Melo, 33, conquistou neste sábado (15) o segundo título de duplas em Grand Slam de sua carreira.

Em parceria com o polonês Lukasz Kubot, ele triunfou uma dramática final em Wimbledon, após quatro horas e 39 minutos de confronto contra o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic.

As parciais apertadas refletem o equilíbrio da final: 5/7, 7/5, 7/6, 3/6 e 13/11. Foi a decisão de duplas no torneio mais longa desde 1992.

O mineiro já havia obtido o título de Roland Garros em 2015, ao lado do também croata Ivan Dodig. Mas a taça em Wimbledon, que é o campeonato mais tradicional do tênis, era um desejo dele. Em 2013, também com Dodig, havia sido vice-campeão.

Nesta segunda-feira (17), Melo surgirá no ranking mundial de duplas como líder da classificação -ele entrou no evento londrino como terceiro. Ele volta ao topo da listagem depois de dois anos. Em 2015, liderou por 26 semanas.


Kubot também vai lucrar no pós-evento e subir da oitava para a quarta posição.

A vitória neste sábado representou o fim de um jejum de 51 anos para o Brasil.

Desde 1966, quando Maria Esther Bueno ganhou o último de seus oito títulos em Londres, um tenista profissional do país não erguia a taça -em 2014, Orlando Luz e Marcelo Zormann faturaram o título juvenil de duplas.

"O meu sonho sempre foi conquistar um Grand Slam, em especial Wimbledon. Desde pequeno sempre gostei da grama", emendou.

"Poder entrar para a história, ser afortunado e vencer na quadra central de Wimbledon. Não tenho nem palavras para descrever."

Na campanha, Melo e Kubot precisaram ir ao quinto set quatro vezes. Na semifinal, derrubaram os favoritos Henri Kontinen e John Peers com um 9/7 no quinto set.

A história não foi diferente na decisão. O brasileiro e o polonês eram favoritos, mas a partida foi equilibrada.

Na parcial decisiva, como a luz natural estava se extinguindo, o árbitro interrompeu o confronto para fechar o teto quando o placar apontava 11/11. Na volta, Melo e o parceiro obtiveram a quebra fatal e fecharam o duelo.

Com o título, ambos encerram a temporada de grama com vitórias nos três torneios que disputaram -antes de Wimbledon, haviam conquistado s'Hertogenbosch (Holanda) e Halle (Alemanha).

Eles também conseguiram os títulos dos Masters 1.000 de Miami e Madrid e são a dupla líder na corrida que leva as oito melhores parcerias para as Finais da ATP, em novembro, em Londres.

Melo ostenta 27 títulos de duplas em sua carreira. Além das taças com Kubot e Dodig, ele também atuou com seu conterrâneo Bruno Soares, tanto no circuito internacional quanto na Copa Davis.

Os dois jogaram a Olimpíada do Rio, em agosto do ano passado, mas não chegaram a disputar pódio. 

Caetano Veloso sai em defesa de Glória e Orlando Morais e critica deputado

15 de julho de 2017 | _

O deputado Wladmir Costa — considerado um fora da lei pelo TRE do Pará, 8 de julho de 2016, teve seu mandato cassado pelo TRE por suspeita do uso de caixa dois na sua eleição e por não ter prestado conta de gastos de campanha que somam R$ 410 mil. Como a decisão é em primeira instância, o pulha do parlamentar recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Depois de dizer que sua colega Benedita da Silva teve de “usar calcinhas de plástico”, insultou os artistas que fazem campanha contra Temer: “Glória Pires, uma verdadeira puxa-saco do PT. Ela sustenta aquele marido dela que nunca fez sucesso na carreira dele”, afirmou, referindo-se ao músico Orlando Morais, um dos artistas brasileiros mais conhecidos na França, por exemplo. Caetano Veloso, um dos líderes do grupo contra Temer, lembrou em vídeo que o tal deputado, além de preconceituoso (qual o problema, por exemplo, de um homem ser sustentado por uma mulher?), mente: Glória nunca foi próxima do PT (“De onde ele tirou isso?” ).

O deputado ficou conhecido ano passado com a pirotecnia durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara

O pulha parlamentar faltou a 70% das 174 sessões deliberativas da câmara, justificadas como licença médica para tratar de problemas em sua coluna, enquanto outras 24 não tiveram justificativas.

Durante o Processo de cassação de Eduardo Cunha, fez parte da chamada "tropa de choque" de Cunha defendendo-o no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados do Brasil.[3]

Caetano elogiou Orlando (“Canta bem, toca piano, é da música”) e também negou que ele seja sustentado pela mulher (“Ele era rico desde antes de conhecer Glorinha”).

Wladimir, antes de ser político, tentou a carreira de cantor. Mas faltou plateia. Optou, então, pela carreira política e se transformou em um pulha. Com informações da coluna Ancelmo Gois de O'Globo;

Uma vacina à Reforma Política é estratégia para evitar inabilitação de Lula

| _
Uma emenda apresentada pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), relator da reforma política, permite que candidatos possam antecipar o registro de suas candidaturas e impede prisões oito meses antes do pleito.

A proposta é uma vacina contra a estratégia da direita brasileira, que pretende utilizar o Poder Judiciário como arma política para condenar Lula em segunda instância apenas com o objetivo de retirá-lo da disputa presidencial de 2018.

"É nossa arma contra esse período de judicialização da política”, disse Cândido à coluna política do Estado de S. Paulo. “Estou pensando nesse momento conjuntural do Brasil, criando um contrapeso. É uma blindagem da política. Nós precisamos fazer alguma coisa.”

Defesa de Lula apresenta recurso a sentença de Sergio Moro

| _

No final desta sexta-feira 15, os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram recurso dirigido ao próprio juiz Sérgio Moro, conhecidos como embargos de declaração, para esclarecer omissões e contradições presentes na sentença proferida no último dia 12, em que ele foi condenado a nove anos e meio de prisão.

Só após o julgamento desses embargos de declaração a defesa irá impugnar a sentença por meio de recurso de apelação, dirigido ao Tribunal Regional Federal da 4a. Região; com isso, enfraquece-se a estratégia da direita que tenta promover uma segunda condenação a jato de Lula, para que ele fique impedido de disputar as próximas eleições.

Leia a íntegra da petição de Lula

Em delação ex-deputado Eduardo Cunha vai dizer que deputados foram comprados para votar em impeachment de Dilma

| _
Em sua coluna de O'Globo, o jornalista Ricardo Noblat disse que parte da delação premiada de Cunha já foi aceita: a que conta quem foram os deputados – a maioria do PMDB – que receberam dinheiro para votar pelo impeachment de Dilma Rousseff.

Cunha não se limitou a dar os nomes – a maioria deles do PMDB. Citou as fontes pagadoras e implicou o presidente Michel Temer. Reconheceu que ele mesmo em alguns casos atuou para que os pagamentos fossem feitos.

Reforma trabalhista legaliza trabalho escravo no campo

| _
A reforma trabalhista aprovada nesta terça-feira (11), no senado permite a escravidão no campo, praticada pelos latifundiários do agronegócio, que agora não precisarão mais fugir da lei segundo o texto da reforma.

Segundo o texto, “Empregado rural é toda pessoa física que, em propriedade rural ou prédio rústico, presta serviços de natureza não eventual a empregador rural ou agroindustrial, sob a dependência e subordinação deste e mediante salário ou remuneração de qualquer espécie”. Desta forma, a reacionária bancada ruralista responsável pelos assassinatos dos indígenas e sem-terra, teve seus anseios atendidos pelo governo golpista e seus representantes no Senado e na Câmara.

É muita treta vixe...

| _

O Estadão confirma que a tramitação da denúncia na Câmara também estremeceu a relação entre Michel Temer e o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que até então se comportava como um líder do governo.

"Nos últimos dias, ministros do Planalto tentaram arrefecer o incômodo elogiando publicamente a postura de Maia para evitar novos atritos."
Ótimo, ótimo.

Deputados pró-Temer na CCJ receberam R$ 134 milhões em emendas em junho

| _
A base de sustentação ao governo conseguiu barrar o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), que recomendava o prosseguimento da denúncia contra Michel Temer, com o apoio de 40 deputados. Destes, 38 receberam, em junho, empenho de emendas. O valor total: R$ 134 milhões às vésperas de uma das votações mais importantes para o Planalto.

Denúncia contra Temer na Câmara será votada em 2 de agosto

14 de julho de 2017 | _
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou para o dia 2 de agosto a votação da denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer (PMDB), apresentada pelo Procuradoria-Geral da República. A votação é decisiva para Temer e para o futuro do País, mas pode ser só a primeira de uma série de disputas cruciais. Janot pode denunciar o peemedebista mais duas vezes, por obstrução de justiça e organização criminosa.

Deputados votam na CCJ contra relatório de Zveiter e a favor da impunidade

| _
Uma manobra política e com muita tinta na montblanc usada pelo presidente Temer, lhe deu a vitória na CCJ, pondo a baixo o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ). Membros da comissão em sua maioria votaram contra o relatório que pedia a continuidade das investigações contra o presidente Temer. 

O placar ficou em 40 a 25 a favor de Temer. O que ficou e muito, parecido com Temer e os 40 ladrões.

Para garantir essa maioria Temer trocou mais de dez membros da comissão.

Alguns partidos fecharam questão pelo "não" (ou seja a favor de Temer). Os deputados que votarem "sim" podem até mesmo ser expulsos. Esse é o caso do PMDB, do PP, PSD e PR.

Enquanto cidades estão sujas, empresas de limpeza e coleta serve para levar do lixo ao luxo gestores e assessores

13 de julho de 2017 | _
Desde os dias em que os governos municipais deram início a contratações de empresas de lixo, terceirizando os serviços de limpeza e coleta urbana, que prefeitos e assessores juntos com proprietários das terceirizadas são acusados e condenados pela justiça por corrupção, onde o lixo tem patrocinado o luxo, através dos contratos bumerangues - aqueles que se lançam numa conta e retornam em parte para outras mãos.

E isso tudo não é coisa do passado, é muito atual; no interior do Estado do Elefante, ficamos sabendo que a pratica está transformando lixo em luxo. Há municípios que além da empresa que coletar o lixo, existe também empresa contratada para realizar estudo para indicar quais áreas devem ser limpas. Com todo esse "luxo", a população ainda continua com ruas sujas.

Entrevista de Lula após a condenação na Lava Jato.

| _

Fátima registra importância de PEC que estabelece valorização profissional de agentes comunitários

| _

A senadora Fátima Bezerra disse, nesta quarta-feira (12), estar confiante de que os  cerca de 250 mil agentes comunitários de saúde e os mais de 60 mil agentes de controle de endemias terão, em breve, melhores condições de trabalho. Ela participou, na Câmara, da leitura do parecer da PEC 22/11, que fixa regras para a remuneração das duas categorias. O parecer, do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), propõe piso salarial fixado em reais, a ser reajustado anualmente em data e segundo índices predeterminados, até que lei federal institua de forma permanente uma política remuneratória de valorização e a regulamentação das atividades desses profissionais. O texto será votado na comissão no dia 16 de agosto.

Na reunião da comissão especial da Câmara Fátima ainda homenageou a memória de Ruth Brilhante, uma reconhecida liderança do movimento de defesa dos direitos desses trabalhadores, recentemente falecida.

A rapidinha do blog

| _
No quarto
Para justificar Temer receber Joesley altas horas fora da agenda oficial, o deputado Hildo Rocha (PMDB-MA) defendeu o presidente Michel Temer durante sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e usou um exemplo pessoal para justificar o encontro. Segundo Rocha, um homem público recebe diversas pessoas fora da agenda. "Eu, como prefeito, recebi pessoas diversas vezes até no meu quarto... ", disse. 

Burro
Em discussão na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara nesta 4ª (12.jul), o deputado Wladimir Costa (SD-PA) atacou o relator do pedido de denúncia contra o presidente Michel Temer, Sergio Zveiter (PMDB-RJ). Chamou-o de “burro” e “incompetente”

Jeitinho
O vice-lider do governo Temer, deputado Mansur defendeu “uma saída” para Michel Temer que salvasse a imagem dos aliados. De maneira implícita, Mansur queria saber do presidente da Casa, Rodrigo Maia, como fazer uma troca de presidente sem danos para nenhum dos envolvidos.

Que lindo
A Comissão Mista de Orçamento decidiu não incluir no ajuste fiscal o orçamento do sistema S (Sesi, Senai, Senac, Sesc, Sest, Senar e Sebrae) para 2018, estimado em R$ 20,5 bilhões. Foram rejeitadas as emendas que pretendiam vincular o orçamento do sistema ao orçamento da União.

Macau - CBN
Após o prefeito de Macau, Tulio Lemos, exonerar mais de mil contratados, agora é a vez dos cargos comissionados com a redução em seus salários de 30% (por meio de decreto). O objetivo é cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, já que o município de Macau consta na lista de “Alerta” do TCE.

Macau 1
O fato acima mencionado pelo jornalista Aluísio Viana , em seu Portal, Costa Branca News mostra a incompetência do governo Tulio Lemos, que a cada dia fortalece mais e mais sua máxima quando dizia que o problema de Macau era de gestão, pois bem! Eis hoje o problema de Macau: GESTÃO.

Macau 2
Em janeiro o prefeito nomeia mais de 300 cargos, em fevereiro demite todos deixando-os trabalhando na esperança do retorno oficial. Em março o governo enfia na câmara um projeto de reforma administrativa, onde aumenta o número de cargos e salários, os mesmos que ele não conseguiu pagar e agora irá cortar os salários em 30% e aí, o que falta? GESTÃO.

Lula
Ex-líder do PMDB e agora na oposição ao governo Temer, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) diz em vídeo que "condenar sem provas é sempre inadmissível, muito mais quem tirou o Brasil do mapa da fome e foi reconhecido pelos líderes mundiais"; para Renan, a sentença proferida pelo juiz Sergio Moro, que ele chama de "erro", "certamente será reparado".

Lula, líder!
Lula é liderança no mundo! isso mesmo... o "barba", Logo após divulgação da sentença dado por Moro que o condena, o ex-presidente Lula nesta quarta-feira (12), a hashtag #Lula liderou os trending topics no Brasil e no mundo. Cerca de 30 minutos após o anúncio, a hashtag já somava mais de 64 mil tweets.

Midia internacional lembra o importante papel de Lula em seus mandatos

12 de julho de 2017 | _
O Juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva na 13ª vara federal de Curitiba. Imprensa internacional comenta o assunto relembrando o importante papel de Lula tanto no cenário nacional como global. Reuters e BBC ressaltam a frase de Obama que disse que o ex-presidente é o “político mais popular na terra”

Por Carolina Marcheti 

“Lula foi o primeiro presidente da classe trabalhadora do Brasil e continua a ser uma figura popular entre os eleitores depois que ele deixou o cargo há seis anos com uma taxa de aprovação de 83%. O ex-líder sindical ganhou admiração global por suas políticas sociais transformadoras que ajudaram a reduzir a severa desigualdade no maior país da América Latina [...] Com Lula, o Brasil deu menos importância a hegemonia econômica e política do norte e se envolveu em problemas globais, como a paz no Oriente Médio e o impasse sobre o programa nuclear do Irã.”. Relembra a agência de notícias Reuters sobre um passado não tão distante quando a extrema pobreza foi erradicada, a desigualdade extrema que o Brasil apresentou desde sua colonização tendia a diminuir e o Brasil era visto como um país de peso nas decisões internacionais.

Tanto a BBC como a Reuters mencionam a fala da senadora e presidente do Partido dos Trabalhadores Gleisi Hoffmann que criticou a decisão do juiz Sergio Moro dizendo que ele age de forma tendenciosa e acusa Lula por razões políticas, “um ato para impedir que Lula concorra as eleições de 2018”.

O jornal francês Le Monde escreve sobre Lula elencando a fala de um de seus advogados “o ícone da esquerda latino-americana recorreu a sentença e permanece livre até o julgamento de segunda instância. ‘Apelamos e provaremos sua inocência antes de todos os tribunais imparciais, incluindo a ONU’, disse um de seus advogados”. 

A Reuters mostra a segurança e firmeza das convicções de Lula “o que está acontecendo não está me deixando desesperançoso, está me motivando a sair e falar mais. Eu vou continuar lutando".

Prefeito Hélio adere ao programa “Prefeito Amigo da Criança”, da Fundação Abrinq

| _
O prefeito de Guamaré Hélio Willamy acabou de aderir ao programa “Prefeito Amigo da Criança”. Criado em 1996, o projeto da Fundação Abrinq busca mobilizar e apoiar tecnicamente os municípios na implementação de ações e políticas que ajudem na garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

“Assinar essa adesão é renovar todos esses compromissos, priorizando as necessidades das crianças e adolescentes, a partir de investimentos em educação, saúde, assistência social, esporte, lazer, além do trabalho em parceria com todos aqueles que integram o Sistema de Garantia dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes como está previstas no Estatuto da criança e do adolescente (ECA)”, concluiu o prefeito Hélio Willamy.

Deputado Dison troca as noites na prisão pelas tornozeleiras eletrônica

| _
Depois de passar quatro dias preso no quartel do Comando da Polícia Militar, em Natal, o deputado Dison Lisboa (PSD), trocou as noites na prisão pelas tornozeleiras eletrônicas. Dison cumpre foi condenado a cinco anos e oito meses de prisão em regime semiaberto. e hoje, já com as tornozeleiras, o deputado do PSD, esteve pela primeira vez na Assembleia Legislativa depois da condenação; e pela primeira vez falou sobre exercer suas atividades como parlamentar com tornozeleiras.

“Há um constrangimento, é natural, não vou negar. Mas estou tranquilo e confiando na Justiça”, disse o parlamentar, em entrevista.

Presidente do PT diz que decisão de Moro é 'eminentemente política'

| _
A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou nesta quarta-feira, 12, que a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é decisão "eminentemente política" do juiz Sérgio Moro. Segundo ela, o partido voltará a procurar órgãos internacionais para denunciar a "imparcialidade" do magistrado responsável pelos casos da Operação Lava Jato.

Moro condena Lula a 9 anos e 6 meses de prisão

| _
O Estadão publica condenação do ex-presidente Lula, pelo juiz Sérgio Moro -- Aos 71 anos de idade, Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A condenação do juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, é a primeira do ex-presidente na Operação Lava Jato.

“Entre os crimes de corrupção e de lavagem, há concurso material, motivo pelo qual as penas somadas chegam a nove anos e seis meses de reclusão, que reputo definitivas para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, condenou Moro.

“Absolvo Luiz Inácio Lula da Silva e José Adelmário Pinheiro Filho das imputações de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o armazenamento do acervo presidencial, por falta de prova suficiente da materialidade.”

É a primeira condenação de Lula na Lava Jato. O ex-presidente responde como réu em outro processo aberto por Moro e ainda um na Justiça Federal, no Distrito Federal.

Líder. A força-tarefa da Lava Jato considera que Lula era o “líder máximo” do esquema sistematizado de corrupção descoberto na Petrobrás e replicado em outras estatais e negócios do governo federal. Por meio dos desvios e arrecadação de propinas, o petista teria garantido a governabilidade de sua gestão e a permanência no poder, com o financiamento ilegal das campanhas suas e de aliados.

Nesse processo, Lula é condenado pelo crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Pelos pagamentos via triplex, ele teria praticado 3 vezes corrupção passiva entre 11 de outubro de 2006 a 23 de janeiro de 2012. Nesse mesmo negócio, o petista foi condenado por 3 vezes ter praticado crime de lavagem de dinheiro entre 8 de outubro de 2009 até 2017.

Audiência Pública de Prestação de Contas da Câmara é marcada por presença de Eduardo Lemos e ausência de vereadores

| _
Ocorreu no plenário da Câmara desta terça-feira (11), Audiência Pública de Prestação de Contas dos últimos seis meses da gestão do presidente Jaerton Pintinho, que cumpre seu primeiro mandato de vereador em Macau.

Mas, lamentavelmente os pares do vereador  Pintinho não compareceram a sessão, atendendo a um pedido do prefeito da cidade. Fato este dito por um assessor de um edil que pediu pra não ser identificado.

Segundo a fonte, o prefeito teria pedido aos vereadores para não comparecerem a audiência de prestação de contas do presidente da Casa Legislativa, com o proposito de não dar publico ao médico e primo Eduardo Lemos, peça fundamental em sua campanha.

É fato que Tulio Lemos quer o médico distante da cidade. Eduardo se coloca como pré-candidato a deputado e o prefeito tem confidenciado à amigos que lançará sua esposa, Andreia como candidata da prefeitura para disputar as eleições em 2018.

Mais uma vez, o líder político Eduardo Lemos, por não ter assegurado para si o bastão de liderança política na eleição de 2018, passando ao primo, começa agora a pagar o alto preço. O do desprezo político de quem mais utilizou de sua liderança política na eleição passada.

Nova lei trabalhista vai vigorar em novembro; confira as mudanças

| _
Em sessão tumultuada, Senado aprova texto da reforma por 50 votos contra 26 e projeto segue para sanção presidencial, passando a valer 120 dias após a decisão do presidente
Presidente da Casa, Eunício Oliveira tenta convencer as senadoras Gleisi Hoffman, Fátima Bezerra e Vanessa Grazziotin a liberar a Mesa (foto: Lula Marques/Agência PT)

Brasília – A votação da reforma trabalhista no plenário do Senado Federal foi a sessão mais conturbada desde que a matéria começou a tramitar na Casa, há mais de dois meses. Após um dia de muitas discussões e cenas inusitadas, o texto-base foi aprovado pouco antes das 20h, com 50 votos favoráveis, 26 contrários e uma abstenção. Os senadores rejeitaram todos os destaques apresentados. Durante toda a tarde, cinco senadoras da oposição ocuparam a mesa diretora do plenário, interrompendo os debates, e se negaram a sair de lá até que fosse aceita pelo menos uma mudança no texto, para proteger o trabalho de gestantes e lactantes — o que o Planalto promete fazer por medida provisória.

Como três parlamentares faltaram à sessão, o governo precisava de pelo menos 39 votos dos 77 que compareceram, o que representa a maioria simples (metade mais um) dos presentes. As novas regras devem começar a valer em novembro, 120 dias depois que forem sancionadas pelo presidente Michel Temer. O governo ainda não estabeleceu uma data para a sanção, mas sinaliza que será na semana que vem.

A reforma altera mais de 100 pontos da legislação trabalhista, como divisão de férias e extensão da jornada, além de implantar novas modalidades, como o trabalho remoto, mas preserva os direitos fundamentais dos trabalhadores. Na opinião do secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida, o placar foi “bastante expressivo”. No Twitter, ele disse que a aprovação é um “bom sinal para continuidade das reformas” e destacou que o mercado financeiro fechou ontem com queda no dólar e no risco-país, além de bolsa em alta. “A economia continua em trajetória positiva.”

Antes que a nova lei entre em vigor, o governo garantiu que publicará uma medida provisória (MP) para regulamentar alguns dos pontos do texto que causaram insatisfação, inclusive, em integrantes da base aliada. Um dos pontos mais polêmicos é o que permite o trabalho de grávidas e lactantes em ambientes de baixa ou média insalubridade. A alteração desse item era uma das reivindicações das senadoras que ocuparam a Mesa Diretora do plenário “Se não for aprovado um destaque, esqueça, não vai ter acordo”, disse Gleisi Hoffmann (PT-PR), uma das que encabeçaram o inusitado protesto. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), garantiu que o assunto será levado em conta na MP que será elaborada pelo Ministério do Trabalho com contribuição das centrais sindicais.

TUMULTO Somente quase 7 horas após o início da sessão, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), conseguiu retomar a votação da reforma trabalhista no plenário. Os trabalhos foram interrompidos por volta do meio-dia, quando quatro senadoras da oposição ocuparam as principais cadeiras da mesa diretora da Casa para protestar contra o projeto do governo. Gleisi Hoffman (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Fátima Bezerra (PT-RN) e Regina Sousa (PT-PI), impediram que Eunício comandasse os trabalhos. O presidente do Senado decidiu suspender a sessão.

Cinco minutos depois, as luzes do plenário foram apagadas. Apenas às 18h10, Eunício retornou ao plenário, mas ainda sem poder ocupar a cadeira de presidente. Com um microfone improvisado, ele avisou que daria 20 minutos às senadoras para que se retirassem da Mesa. Elas só deixaram o posto às 18h44, quando Eunício já havia aberto a votação do projeto de lei. (Colaboraram Rosana Hessel e Simone Kafruni)

Principais pontos da reforma trabalhista

Férias
» As férias poderão ser fracionadas em até três períodos, mediante negociação, contanto que um dos períodos seja de pelo menos 15 dias corridos.

Jornada
» Jornada diária poderá ser de 12 horas com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais.

Trabalho intermitente
(por período)
» O trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo pelas horas ou diária. Ele terá direito a férias, FGTS, previdência e 13º salário proporcionais. No contrato deverá estar estabelecido o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao valor do salário mínimo por hora ou à remuneração dos demais empregados que exerçam a mesma função. O empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias corridos de antecedência. No período de inatividade, pode prestar serviços a outros contratantes.

Trabalho remoto
(home office)
» Tudo o que o trabalhador usar em casa será formalizado com o patrão via contrato, como equipamentos e gastos com energia e internet, e o controle do trabalho será feito por tarefa.

Negociação
» Convenções e acordos coletivos poderão prevalecer sobre a legislação. Assim, os sindicatos e as empresas podem negociar condições de trabalho diferentes das previstas em lei, mas não necessariamente num patamar melhor para os trabalhadores.
» Em negociações sobre redução de salários ou de jornada, deverá haver cláusula prevendo a proteção dos empregados contra demissão durante o prazo de vigência o prever contrapartidas para um item negociado.

Demissão
» O contrato de trabalho poderá ser extinto de comum acordo, com pagamento de metade do aviso prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS. O empregado poderá ainda movimentar até 80% do valor depositado pela empresa na conta do FGTS, mas não terá direito ao seguro-desemprego.

Contribuição sindical
» A contribuição sindical será opcional.

Terceirização
» Haverá uma quarentena de 18 meses que impede que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. O texto prevê ainda que o terceirizado deverá ter as mesmas condições de trabalho dos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e qualidade de equipamentos.

Ações na Justiça
» O trabalhador será obrigado a comparecer às audiências na Justiça do Trabalho e, caso perca a ação, arcar com as custas do processo. Para os chamados honorários de sucumbência, devidos aos advogados da parte vencedora, quem perder a causa terá de pagar entre 5% e 15% do valor da sentença.

» O trabalhador que tiver acesso à Justiça gratuita também estará sujeito ao pagamento de honorários de perícias se tiver obtido créditos em outros processos capazes de suportar a despesa. Caso contrário, a União arcará com os custos. Da mesma forma, terá de pagar os honorários da parte vencedora em caso de perda da ação.

» Haverá ainda punições para quem agir com má-fé, com multa de 1% a 10% da causa, além de indenização para a parte contrária. É considerada de má-fé a pessoa que alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do processo, entre outros.

» Caso o empregado assine a rescisão contratual, fica impedido de questioná-la posteriormente na Justiça trabalhista. 

FHC acreditar que maioria de deputados do PSDB diz sim a denuncia contra Temer

11 de julho de 2017 | _
O ex-presidente Fernando Henrique Cardos disse ao jornalista Roberto D'Ávila que acredita que "uma parte dos deputados do PSDB, a maioria, vai dizer sim" ao recebimento da denúncia da PGR contra Michel Temer. Segundo ele, "porque a opinião pública está comovida com os fatos"

Senado aprova reforma trabalhista

| _
Não adiantou o protesto das senadoras na sessão de votação iniciada ainda pela manhã, lideradas pela senadora Fátima Bezerra (PTRN), que ocuparam a mesa principal do plenário do Senado. A Matéria teve 50 votos favoráveis e 26 contrários.

Senadora Fátima Bezerra liderou movimento que tirou Eunício Oliveira do plenário depois que ele mandou apagar luzes e desligar microfones

| _
Causas vitais justificam gestos extremos.
Três mulheres interromperam a monstruosa sessão do Senado onde se rasgaria os direitos dos trabalhadores.

A sessão do Senado em que se votaria nesta terça-feira (11), a reforma trabalhista foi suspensa depois que um movimento da oposição liderado pela senadora potiguar Fátima Bezerra (PT), impediu o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), de sentar-se à mesa.

O cearense indignado com a atitude, ordenou que fosse desligadas as luzes e microfones do plenário da Casa. Segundo a Folha de São Paulo, o PMDBista saiu do plenário dizendo que "nem na ditadura se fazia isso".

A líder do movimento que impediu Eunício a sentar-se na cadeira de presidente, a senadora Fátima Bezerra, estava acompanhada das senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Vanessa Grazziotin (PC do B- AM), que se recusaram a levantar-se da cadeira.

As três, que não têm medo de cara feia, só sairão quando o acesso de trabalhadores for aberto, pois as galerias estão fechadas.

Senado deve dar um ponto final a Reforma Trabalhista hoje, pondo um fim aos direitos dos trabalhadores

| _

O Senado deve decidir nesta terça-feira (11), dar um fim à história dos direitos do trabalhador no Brasil. Está marcada para hoje a última votação da Reforma Trabalhista antes da sanção de Temer. Senadores prevem vitória do governo e dos capitalistas, e derrota aos direitos históricos dos trabalhadores.

Reunião de cúpula do PSDB termina com os tucanos no muro

| _
Mais uma reunião sem resultado dos Tucanos, ou com o resultado já esperado, se tratando de PSDB, com sua vocação de está sempre em cima do muro, mesmo que este muro esteja se desmoronando, ou que já tenha caído. 

O jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Muro, antes mesmo do início da reunião tucana, já havia dito em sua coluna " a famosa reunião de segunda, dia 10, marcada, em tese, para decidir se os tucanos desembarcam do governo Temer, não servirá para decidir coisa alguma". E acertou no alvo!

Segundo o jornal Estadão e o Globo, um dirigente tucano disse o quorum será muito grande para que essa questão seja resolvida.

E tudo aconteceu segundo o que se esperavam da famosa e sem proposito reunião do PSDB, terminando como começou no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo.

No final foi decidido: O partido continua no muro.

Macau: Vereador Kekel acusa Câmara de submissão

| _
Em áudio divulgado no Whats, o vereado Dr. Kekel (PPS), diz que a maioria da Câmara Municipal de Macau está em plena submissão ao Poder Executivo (ao prefeito, melhor dizendo). Kekel lamenta que seus pares estejam tão subalternos aos mandos do prefeito. Segundo o vereador, o relacionamento entre a Casa Legislativa e a prefeitura não é de independência, ao contrário, há uma obediência ao Poder Executivo, o que é percebida facilmente nas votações da Casa. Ora, se não há  independência legislativa não há fiscalização, pois, quando um vereador aceita ser submisso a um prefeito ele joga no lixo o voto popular, que o colocou na casa do povo para fiscalizar o prefeito contra desmandos e irregularidades. É a completa morte da independência dos poderes.

O vereador de oposição fala também que os edis oposicionistas não se unem, não dão apoio uns aos outros, fazem una oposição desorganizada, enquanto os edis ditos de situação calam-se diante dos abusos. Para Kekel, nada mudou... nem na Câmara.

Rafael Motta visita hospital que receberá emenda destinada por ele em Ceará-Mirim

10 de julho de 2017 | _
O deputado federal Rafael Motta, do PSB, visitou hoje o Hospital Doutor Percílio Alves, em Ceará-Mirim, para onde ele destinou R$ 180 mil em emenda parlamentar. A visita as instalações da unidade médica foi acompanhada pelo prefeito do município, Marconi Barretto, secretários e vereadores.

"Visitamos a unidade para conhecer melhor a estrutura que receberá recursos destinados pelo nosso mandato para a saúde. A verba é destinada para a atenção especializada, garantindo a compra de equipamentos com objetivo de melhorar o atendimento para a população", afirmou o parlamentar.

A visita de Rafael Motta ao Hospital Doutor Percílio Alves foi acompanhada pelo vereador Marcílio Jr, o presidente do PSB em Ceará-Mirim, Marcílio Dantas, e os vereadores Jumaria Mota, Ronaldo, Manoel Vieira, Carlão Ramalho, João Maria, Jacio Praxedes, Marcos Farias e Irmão Carlos.

Zveiter lê relatório de denúncia contra Temer; e vota pelo prosseguimento do processo na Câmara

| _
O relator da denúncia contra Michel Temer, deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), apresentou há pouco seu parecer na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara. No texto, ele disse “A denúncia não é inepta”, ao iniciar o relat´rio que pede o procedimento do processo oferecido pela Procuradoria Geral da Republica - PGR.
"Tudo nos leva à conclusão de que, no mínimo, existem fortes indícios da prática delituosa", completou.
Nem mesmo as mudanças feitas, por governistas na composição da Comissão de Constituição e Justiça deve garantir a vitória a Temer.


A esperança de Temer, agora, é esvaziar o plenário da Câmara e tentar escapar, vivo, do primeiro round.

A expectativa é que o relatório comece a ser discutido nesta quarta (12) para, então, ser votado pelos integrantes da CCJ.

FUNPEC abre processo seletivo para Técnico em Aquicultura

| _

A Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura - FUNPEC abre nesta terça (11), processo seletivo de uma vaga para Técnico em Aquicultura. A atuação será em projeto acadêmico gerenciado pela Fundação. Salário é de R$ 2238,96 com carga horária de 40 horas semanais.

Os candidatos à vaga deverão ter nível superior ou técnico completo em Aquicultura e experiência profissional comprovada de, no mínimo, seis meses com cultivo de microalgas para produção de biocombustíveis. Experiências em estágios ou bolsas não serão aceitas.

As inscrições vão até o dia 17 de julho e são feitas, gratuitamente, no site da FUNPEC - www.funpec.br. Lá constam o edital de seleção e o formulário de inscrição. O processo seletivo será realizado em duas etapas: análise de currículo e entrevista técnica. O resultado final será divulgado no site da Fundação.

Entre as grades e o Congresso deputado divide seu dia

| _
É entre a cela e o parlamento que divide seu dia o deputado federal Celso Jacob (PMDB), acusado de falsificar uma lei, ele cumpre pena no presídio da Papuda, ao mesmo tempo que segue atuando na Câmara. A noite o deputado recolhe-se ao presídio e logo cedo um carro o leva até o Congresso, onde cumpre seu mandato de deputado federal.

Renan Calheiros afirma: Temer era "líder" da "facção" de Cunha

| _

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Renan afirmou que "o problema de Temer" é que "ele sempre foi a ponta mais vistosa, mais diplomática de um iceberg. As investigações implodiram a parte que ficava abaixo da linha d'água. Na hora que a parte debaixo se desintegra, a de cima naufraga", disse.

Na sequência, Renan falou sobre Cunha e criticou o que vê como "papel deletério" do ex-presidente da Câmara na política brasileira, que tinha "uma visão completamente distorcida da política e da representação". Segundo Renan, "isso foi terrível do ponto de vista do abuso do poder, da chantagem com atores econômicos. Michel, que era o líder dessa facção, foi alertado em vários momentos", afirmou.

Renan Calheiros (AL), que apesar de integrar o mesmo partido da dupla faz oposição ao governo.

E agora..? Relator da denúncia contra Temer também é investigado por corrupção

| _
Só apelando para o Capolin Colorado mesmo. Não é que o deputado Sérgio Zveiter relator da denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer, também é investigado por crime de corrupção eleitoral. 

Pois é!

O inquérito que tramita no Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE) apura se o deputado teve participação em um esquema de compra de votos nas eleições de 2014.

Prefeitura de Serra do Mel deixará Vila Brasília 100% com água encanada

| _
Teve início na semana passada trabalho de contenção a falta d’água em toda Vila Brasília, em Serra do Mel

O trabalho coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, é comandada pelo ex-vereador Aldecir Nunes “Nenego”.

Segundo o secretário, em oito dias de trabalho, já somam mais de 7 mil metros de tubulação ativada, sendo que a proposta da Administração Municipal, do prefeito Josivan Bibiano (PR), é atingir os 100 por cento, totalizando mais de 25 mil metros de tubulação, para garantir água em todas as residências da Vila Brasília.

Para o prefeito Bibiano esse trabalho trará um marco importante para a Administração Municipal, onde beneficia a todos, sendo uma das prioridades do governo municipal.

Políticas públicas garantem protagonismo às mulheres de Guamaré

| _
O Programa de Apoio a Mulher – PAM, do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS é uma das políticas públicas que se destaca na Assistência Social em Guamaré. O projeto faz parte das propostas de acolhida, fortalecimento de vínculos e empoderamento feminino no município.

“O PAM foi instituído através da Lei municipal nº647/2015 e possui o objetivo de concretizar o atendimento integral a mulher, visando ações articuladas e de acesso às demais políticas públicas, buscando assim o fortalecimento e valorização da mulher e sua família”, destaca Marisa Rodrigues, Secretária Municipal de Assistência Social.  

Para Marisa, o projeto cumpre o papel social acerca das situações de violações de direitos a que estas mulheres são expostas no seu convívio familiar, empregatício ou social. Na programação das atividades em grupo, a cada mês são realizados encontros.

A corresponsabilidade do público alvo do projeto, quanto a assiduidade nos atendimentos aos serviços, nos níveis de proteção básica (CRAS), média (CREAS) e alta complexidade e outros temas tem pautado esses encontros mensais, onde participam técnicos na área da assistência social e a secretária Marisa Rodrigues.

“A orientação do prefeito Hélio Willamy é que a gestão tenha primazia pelo zelo às necessidades das famílias atendidas pela Assistência Social no município, e que exige de suas Equipes Técnicas a acolhida, o respeito e a excelência nos serviços prestados”, destacou Marisa.

No encontro deste mês de julho, ocorrido na última semana, aconteceu a comemoração do “São Julhão”. Na ocasião, foi oferecido pela Assistência Social um buffet com comidas típicas da época junina. “Tivemos uma tarde produtiva, mas também de muita descontração”, concluiu Marisa Rodrigues.

Artistas criam movimento 342 para que Temer seja investigado e afastado

| _
Rejeitado por mais de 90% dos brasileiros e também denunciado por corrupção, Michel Temer conseguiu unir a classe artística contra seu governo, que afunda a economia e mancha a imagem do Brasil.

Em diversos vídeos, nomes como Wagner Moura, Letícia Sabatella, Glória Pires, Nando Reis, Fábio Assunção, Fernanda Abreu, Leandra Leal, Bebel Gilberto e Maria Casedevall, entre muitos outros nomes da cultura nacional, explicam o movimento 342, número mínimo de deputados para que Temer seja investigado e afastado do cargo que conquistou por meio de um golpe parlamentar.

Temer tenta resistir comprando votos no Congresso, mas deve ser denunciado também por obstrução judicial; confira alguns dos vídeos.







Deputado Sérgio Zveiter lê relatório de denúncia contra Temer; conheça a tramitação

| _
O relator da denúncia contra Michel Temer, deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), apresentará nesta 2ª feira (10.jul.2017) seu parecer na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara. No texto, ele poderá recomendar o prosseguimento da denúncia ou seu arquivamento.

A sessão de leitura está marcada para às 14h30. Zveiter está em Brasília desde este domingo (9.jul). Apesar de o relatório já estar pronto, ele evita revelar seu conteúdo. Especula-se que entregará 1 relatório recomendando a continuidade da denúncia.

Governo do RN vai fechar sete hospitais regionais, entre eles o de São Paulo do Potengi depois de receber milhares de reais em investimentos

| _
Trata-se de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público do Estado e o Governo do Rio Grande do Norte, para que a rede estadual de saúde seja reavaliada. O objetivo é que a rede também passe por mudanças para que sejam minimizados problemas estruturais e de procedimentos, incluindo a transformação de hospitais em unidades básicas de atendimento.

O Governo do Estado tem 60 dias para elaborar um plano de revisão do quantitativo de hospitais da rede, indicando a conversão daqueles que não apresentam condições estruturais de atendimento pleno, para Unidades de Pronto-Atendimento, Unidade Básica de Saúde (UBS), Sala de Estabilização ou outro formato adequado

A avaliação deve ser iniciada por sete hospitais que atualmente não apresentam condições adequadas de atendimento. São eles:

Hospital Regional Professor Dr. Getúlio de Oliveira Sales, em Canguaretama;
Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira, em Caraúbas;
Hospital Regional de João Câmara, em João Câmara;
Hospital Regional Dr. Odilon Guedes, em Acari;
Hospital Regional de São Paulo do Potengi, em São Paulo do Potengi;
Hospital Regional de Angicos, em Angicos;
Hospital Regional de Apodi, em Apodi

Em abril o governador Robinson Faria (PSD), assinou vários convênios que juntos somaram investimentos da ordem de R$ 9,3 milhões no município de São Paulo do Potengi, dos quais R$ 1,8 milhão foram destinados ao hospital regional para aquisição de equipamentos, o hospital ainda receberia investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões e hoje, depois de quatro meses será fechado.